Início Notícias Marcas

Ecofante quer viajar até à Europa

Sustentabilidade, conforto e estilo são os princípios orientadores da Ecofante. Fundada no Brasil, a marca de slow fashion quer agora chegar à Europa, tendo-se estreado em setembro no salão português Modtissimo, num primeiro passo rumo à internacionalização.

Cuidar do planeta e das pessoas que compõem a sua cadeia de produção é o desígnio da marca Ecofante, criada por Roberta Vernin Lomonaco em 2017. «A Ecofante surgiu pela vontade de encontrar produtos sustentáveis para crianças. Como tenho dois filhos, tinha vontade de ter este tipo de roupa para eles e não encontrava no mercado. Então comecei a pesquisar matérias-primas que fossem 100% orgânicas e sustentáveis. Quando encontrei, comecei a marca», explica a CEO ao Portugal Têxtil.

A marca oferece vestuário para bebé, como bodies, macacões e acessórios, e peças para crianças dos 2 até aos 10 anos de idade, incluindo calças, vestidos e camisas.

 

 

 

 

Para cumprir com o desígnio da sustentabilidade, a Ecofante utiliza algodão naturalmente colorido, que não precisa de ser tingido e é certificado pela Ecocert, e algodão Pima, originário do Peru e certificado pelo GOTS (Global Organic textile Standard).

A marca vive para «mães que queiram para os filhos uma matéria-prima que seja 100% orgânica, que seja antialérgica e que não prejudique o meio ambiente», acrescenta Roberta Vernin Lomonaco.

A criação parte totalmente da Ecofante e a produção – de cerca de mil peças por mês – é feita «numa empresa pequena», onde a marca «tem os contactos com todas as costureiras, a pessoa que corta, a pessoa que faz o molde…», assegura.

A Ecofante quer «fazer a moda sustentável crescer», explica a responsável. «Nós somos uma marca slow fashion. O nosso objetivo não é fazer um monte de coleções, mas sim plantar a sementinha da sustentabilidade das crianças até aos adultos», esclarece.

Roberta Vernin Lomonaco assegura que este ainda é um produto «difícil de encontrar», pois o que diferencia a marca é que «tem roupas até o tamanho 10, para crianças de 10 anos e este tipo de produtos, normalmente, é encontrado apenas para bebés», explica.

Do Brasil para a Europa

O objetivo da Ecofante, que atualmente vende online e em lojas multimarca, é crescer e «ver o produto a ser vendido noutros países». A marca está agora a investir para poder partir para a exportação. Até ao momento, só está presente em lojas no Brasil e «como o interesse e a procura é muito grande para fora, fizemos o investimento para poder exportar», adianta.

A estreia em feiras internacionais aconteceu precisamente em Portugal, nos dias 26 e 27 de setembro, no Modtissimo (ver Modtissimo prepara crescimento). Na feira, três marcas brasileiras apresentaram as suas coleções. À Ecofante juntaram-se a Natural Cotton Color e a Juliana Geaverd. As três marcas fazem parte do Texbrasil (Programa de Internacionalização da Indústria Têxtil e de Moda Brasileira) — resultado de uma parceria entre a Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).