Início Notícias Retalho

El Corte Inglés cria operador logístico online

O grupo espanhol quer criar uma joint-venture com um operador logístico de modo a dar um novo alento às suas vendas digitais. Necessidade ficou patente durante a pandemia de Covid-19.

O El Corte Inglés está decidido a dar um salto de gigante no comércio eletrónico Tendo em vista esse objetivo, contratou a AT Kearney, a sua consultora estratégica, e o banco de investimento Goldman Sachs, para juntos estudarem a possibilidade de criar um novo operador logístico, que permita ao retalhista reforçar o canal de vendas online, que durante os meses da pandemia se mostrou claramente insuficiente.

Segundo avança o jornal espanhol El Confidencial, que cita fontes próximas ao processo, a base do plano é levar para o mundo virtual a chancela do El Corte Inglés no mundo das lojas físicas.

Com este novo projeto, o grupo espanhol pretende que todas as insígnias disponíveis nos corners possam também aceder a este novo operador logístico.

O grande trabalho da AT Kearney e da Goldman Sachs é, assim, analisar a possibilidade que o grupo tem de competir na Champions League das vendas online, cabendo ainda ao banco de investimento encontrar um operador logístico que entre como sócio do El Corte Inglés, criando assim uma joint-venture para esta área.

De acordo com as fontes próximas ao processo, os trabalhos estão ainda numa fase muito inicial, faltando ainda demonstrar a viabilidade do plano. Já o El Corte Inglés recusou-se a fazer comentários sobre o tema.

A exemplo do que aconteceu com todo o setor da distribuição, o retalhista espanhol foi fortemente afetado pela crise provocada pelo novo coronavírus, que obrigou ao fecho de todas os espaços comerciais, exceto os supermercados e o canal digital.