Início Notícias Moda

Emmys entre o glamour e política

Sob o sol quente da Califórnia, as estrelas de Hollywood brilharam na passadeira vermelha com coordenados em branco, vestidos de cetim e lantejoulas q.b., sem esquecer até alguns pares de ténis. Mas o serão, que premiou o que de melhor se faz em televisão, serviu também de palco para as habituais mensagens políticas.

De vestidos brancos a fatos de calças sensuais até à tomada de posições políticas com o coordenado escolhido, foram vários os estilos e tendências que marcaram a noite no Microsoft Theater, no centro de Los Angeles.

Scarlett Johansson e Colin Jost

No passado, os peritos de moda dos EUA diziam que usar branco após o Dia do Trabalhador, celebrado no país a 3 de setembro, era um deslize imperdoável, mas numa tarde solarenga em Los Angeles, com o termómetro a atingir os 28ºC, o branco foi mesmo a tendência.

A atriz Scarlett Johansson, namorada do apresentador desta edição dos Emmys, Colin Jost, por exemplo, optou por um vestido branco sem alças, justo, com um decote em V e uma abertura ousada. Kristen Bell, estrela da comédia da NBC “The Good Place”, apresentou-se num vestido branco e justo de manga comprida e o cabelo apanhado num coque clássico.

Quanto ao sexo masculino, a estrela de “This is Us”, Milo Ventimiglia (sem o bigode pelo qual seu personagem, Jack Pearson, é conhecido) e Lakeith Stanfield, ator de “Atlanta”, optaram por smokings brancos. Já RuPaul, vencedor do prémio de melhor reality show de “RuPaul’s Drag Race”, usou um fato branco da Calvin Klein com um padrão da Estátua da Liberdade estampado em preto no lado esquerdo.

As mulheres vestem as calças

Ru Paul
Issa Rae

Durante a última época de entrega de prémios, a estrela de “Westworld”, Evan Rachel Wood, vestiu fatos em todos os eventos para marcar uma posição. Nos Emmys, as mulheres de Hollywood seguiram o seu exemplo. Issa Rae, a criadora e estrela da comédia da HBO “Insecure”, escolheu um vestido Vera Wang azul-claro celestial, que se abria e tinha calças por baixo. Tatiana Maslany, nomeada para melhor atriz principal num drama com “Black Orphan”, usou um conjunto ousado de Christian Siriano, com um top amarelo de um ombro e calças pretas. E Leslie Jones, estrela do “Saturday Night Live”, apresentou-se com um fato iridescente rosa e azul, também de Christian Siriano.

O futuro é tão brilhante

Brian Tyree Henry

Para quem vive em Los Angeles, os óculos de sol são obrigatórios, por isso não surpreende que estes sejam um acessório indispensável na passerelle vermelha. O exemplo veio de Sterling K Brown, ator da série “This is Us”, que optou por um smoking clássico da Dolce & Gabbana, que conjugou com óculos escuros. Também Brian Tyree Henry, nomeado para o prémio de melhor ator secundário em comédia, pela sua participação em “Atlanta”, usou óculos espelhados redondos com um casaco em padrão chevron laranja e preto.

Marcar posição

Jenifer Lewis

A passerelle vermelha tem sido criticada nos últimos anos por ser demasiado supérflua, especialmente com o nascer de movimentos como o Times’s Up e #MeToo. Nos Emmys, foram colocadas questões mais profundas às estrelas, mas algumas não esperaram pelas perguntas. A atriz veterana Jenifer Lewis, que participa na comédia da ABC “black-ish”, deixou que a sua escolha de vestuário falasse. Usou uma camisola e leggings da Nike como forma de apoio ao antigo quarterback da equipa de futebol americano San Francisco 49ers, Colin Kaepernick. «Estou a usar a Nike porque a marca aplaudiu e apoiou Colin Kaepernick e o seu protesto contra a injustiça racial e a brutalidade policial», afirmou à Variety. Kaepernick, que foi colocado na lista negra da National Football League depois de se ajoelhar durante o hino nacional dos EUA em 2016 em solidariedade com o movimento “Black Lives Matter”, aparece na última campanha publicitária da Nike.