Início Notícias Têxtil

Empresas a salvo

Para garantir o sucesso dos negócios internacionais, os seguros de crédito e a gestão de cobranças são ferramentas importantes e indispensáveis para as empresas exportadoras. A Cosec e a Crédito y Caución revelam algumas das soluções disponíveis para proteger as empresas da indústria têxtil e vestuário.

Com mais de 40 anos no mercado, a Cosec é especialista na avaliação de risco e cobertura e recuperação de créditos, oferecendo «um vasto conjunto de soluções adequadas ao perfil do seu negócio», explica a empresa no suplemento Créditos Assegurados, publicado na edição de julho/agosto do Jornal Têxtil (ver ModaPortugal ao ataque). O objetivo, garante, é «responder às necessidades das PME’s, promover a inovação, apoiar a atividade comercial e incentivar a internacionalização das empresas».

A Crédito y Caución, por seu lado, destaca que «o seguro de crédito assume um posicionamento incontestável como elemento de proteção perante um incumprimento de pagamento, com um papel fundamental na gestão de risco». Manuel Barbosa, diretor da sucursal do Porto da Crédito y Caución, sublinha ainda que «cerca de 10% do risco assumido pela companhia em Portugal é para o sector têxtil, garantindo mais de 80% das operações que lhe são solicitadas pelos seus clientes, respondendo em menos de 24 horas a 90% dessas solicitações para os principais mercados de exportação das empresas têxteis portuguesas».

Conheça, em mais profundidade, as propostas destas duas empresas no suplemento Créditos Assegurados, que faz parte integrante da edição de julho-agosto do Jornal Têxtil.