Sector de Valor

Nº 208 | Julho-Agosto 2016
Vestuário, têxtil, calçado, vinhos, cortiça e agroalimentar são apenas alguns exemplos de sectores que estão a agregar valor à economia e competitividade de Portugal. Estas indústrias estiveram representadas no passado dia 7 de junho, em Lisboa, na “Conferência Compete 2020 ao lado de quem cria valor”.
Download da capa do Jornal Têxtil exclusiva a assinantes
Para fazer download, inicie sessão ou assine já através do registo.



Antes das férias de verão, o Jornal Têxtil conta-lhe as estratégias de crescimento e criação de valor das diferentes empresas representadas nesta conferência – desde os chocolates Imperial ao calçado da Kyaia, dos restaurantes do José Avillez aos acessórios em cortiça da Pelcor – com especial destaque para os empresários do sector têxtil e vestuário: João Sousa da Flor da Moda, César Araújo da Calvelex, José Alexandre Oliveira da Riopele e Luís Figueiredo da Laranjinha.

A crescer, e a inovar, está também a produtora de têxteis-lar António Salgado. Numa entrevista a duas vozes, o fundador da empresa, António Salgado, juntamente com o filho, João Salgado, revelam que a empresa está a acompanhar a evolução constante da maquinaria do sector, a procurar a diversificação de mercados e clientes e a preparar o lançamento no mercado de duas marcas próprias para combater a sazonalidade da sua oferta.

Já o Grupo VNC acaba de lançar uma nova marca no mercado, a Vilanova, que fará companhia à marca de jeanswear Tiffosi, também ela com novos produtos a chegar às lojas.

A Têxtil de Serzedelo, por seu lado, está a fazer as malas para a primeira participação na Première Vision Fabrics, de onde pretende dar o salto para sedimentar a sua presença nos EUA, uma das grandes apostas para 2016, enquanto a Familitex Tecelagem continua a sua rota de internacionalização ao mesmo tempo que aumenta o seu portefólio de malhas técnicas.

A Valmet Portugal, que produz filtros e feltros para a indústria de lavandaria, está a concentrar mais valências produtivas em Portugal, enquanto a Paula Borges – que produz para marcas reputadas como Hermès, Prada ou Victoria Beckham – vai aumentar a sua capacidade produtiva, com a instalação de uma nova confeção em Baião.

Conheça ainda a marca de jeans PRPS, uma das favoritas das estrelas de Hollywood, que deverá alargar a sua oferta ao segmento feminino, como contou ao Jornal Têxtil Donwan Harrell.

Fique a par da revolução da indústria 4.0 na área da lavandaria, testemunhada pelo Jornal Têxtil na mais recente edição da feira Texcare, e saiba o que pode esperar do certame espanhol Momad Metrópolis, que em setembro reunirá centenas de marcas de vestuário e calçado em Madrid, muitas das quais portuguesas.

Acompanhe também a flutuação do mercado das fibras e da conjuntura nacional e internacional, conheça novos projetos de I&D e os wearables que estão a chegar ao mercado, assim como as mais recentes novidades dos players internacionais.

Com as temperaturas a subir, nada melhor do que ficar já a conhecer os conceitos que, segundo o WGSN, vão dominar as coleções de moda da primavera-verão 2018.

E não deixe de consultar as soluções de crédito e gestão de cobranças da IFC Broker, Cosec, Atlas Seguros, Crédito y Caución e Trade Credit Spain & Portugal no nosso suplemento Créditos Assegurados.

Antes de partir para umas merecidas férias, não se esqueça de incluir na bagagem o seu Jornal Têxtil, para acompanhar a par e passo tudo o que se passa no sector. Se ainda não é assinante, não deixe para amanhã o que pode fazer já hoje: subscreva o Jornal Têxtil (aqui) e garanta que recebe, em casa ou na empresa, a melhor informação sobre a indústria têxtil e vestuário.