Início Arquivo

Entre na rede

Com um número de utilizadores crescente em todo o mundo, incluindo Portugal, as redes sociais, como o Facebook ou o Twitter, e os blogues são já consideradas ferramentas indispensáveis para conquistar e fidelizar clientes. Conscientes disso, as empresas da Indústria Têxtil e de Vestuário (ITV) têm investido na Web 2.0, adoptando posturas diferentes, sempre com o mesmo objectivo: melhorar o seu negócio. Na edição de Maio do Jornal Têxtil apresentamos alguns dos exemplos bem sucedidos e as tácticas para vencer on-line, seja com páginas nas redes sociais, seja através da sedução dos consumidores recorrendo aos blogues mais populares. Para estar sempre em contacto com os seus clientes apresentamos também as feiras indispensáveis a ter em conta nos próximos meses – como a Interior Lifestyle Tokyo e a Tendence, para a decoração, e a Texmed, para a indústria têxtil e de vestuário, onde estarão várias empresas portuguesas –, assim como os resultados da última CPM, em Moscovo. Tal como as redes sociais, também os tamanhos grandes estão a ganhar mercado e o mesmo acontece com as vendas on-line – informações a não perder para ficar ligado às novas oportunidades de negócio. Quem está sempre ligada às novas oportunidades e na vanguarda da inovação é a divisão de fios do grupo Somelos. Em entrevista exclusiva ao Jornal Têxtil, o seu CEO, Paulo Teixeira de Melo, revela alguns dos factores e estratégias que sustentam o sucesso continuado do negócio da fiação deste que é o maior grupo têxtil português na actualidade. Para incrementar as vendas no retalho, saiba como pode explorar a interactividade com o cliente em loja, assim como as soluções anti-furto da Checkpoint Systems e as opções de planeamento da SAP para a fileira moda. A inovação é, de resto, um conceito inerente à ITV, como demonstram o sucesso da Gore, que continua a reinventar a sua membrana Gore-Tex, os novos frutos do casamento da têxtil com a electrónica e a crescente importância dos têxteis técnicos no mercado mundial. Isto sem esquecer as novas embalagens, mais ecológicas, que a Puma está a adoptar – que vai ditar o fim das caixas de cartão – e a loja “que respira” da Geox, à semelhança dos seus sapatos. Antes de explorar as fronteiras da inovação, deve todavia pesar os prós e contras que estão sempre associados aos novos desenvolvimentos. No momento em que proliferam os tratamentos à base de nanopartículas de prata, o Jornal Têxtil de Maio dá-lhe a conhecer o mais recente estudo recente sobre os efeitos nocivos deste tipo de tratamentos, para ajudá-lo a tomar decisões medindo bem os riscos. A moda é outras das chaves do sucesso no negócio têxtil. Por isso, esta edição do JT coloca-o a par das peças de vestuário mais em voga para o Outono-Inverno 2010/2011 – anunciadas pelas passerelles de Nova Iorque, Londres, Milão e Paris –, assim como das tendências fortes nas malhas para a Primavera-Verão 2011. Mas há ainda mais notícias e outras novidades a descobrir neste Jornal Têxtil. De Portugal para o Mundo, a Villafelpos, empresas especializada em toalhas e roupões de felpo, prepara-se para lançar as suas marcas próprias e, no sentido inverso, a Park Lane, uma marca sueca de sportswear chic, está a expandir-se em território português, com a abertura de uma segunda loja em Lisboa. E para se valorizar cada vez mais, conheça as opções de formação do Citeve, Citex, Civec, Universidade do Minho e Lectra e tenha uma empresa “irresistivelmente inteligente”. Para o ajudar nisso, conte todos os meses com o Jornal Têxtil. Se actualmente não é assinante, pode fazer a sua subscrição ainda hoje (cliqueaqui) e entrar na rede do conhecimento e da informação connosco!