Início Notícias Marcas

Espanha com novo rosto

França, Itália e Inglaterra são os países europeus mais citados pelas suas capitais de moda mas, graças ao contributo da Loewe, Delpozo ou Manolo Blahnik, Espanha tem já uma palavra a dizer. Cada vez mais vanguardista, o país vizinho começa também a reclamar a atenção dos amantes de moda com uma nova safra de marcas de vestuário e calçado.

Da elegância de Madrid à estética chique e descontraída de Barcelona, passando pela despreocupação cool do Mediterrâneo, Espanha possui uma vasta riqueza estética.

«A moda espanhola é fortemente influenciada pelo mar. O Mediterrâneo tem uma poderosa influência em tudo o que fazemos, desde os alimentos que comemos até às roupas que usamos», afirma Berta Bernad, fotógrafa e blogger espanhola, em declarações ao The Telegraph.

As tendências, embora reconhecidas, raramente são seguidas, a simplicidade é primordial (um macacão de linho é quase sempre uma opção viável), e ter uma abordagem artesanal em relação à produção é algo popular. Os acessórios são divertidos e os estampados profusos.

Olhando para as marcas emergentes de Espanha, é fácil perceber a que se refere Berta Bernad. Eis algumas a acompanhar de perto, segundo o The Telegraph:

Sunad

A Sunad apresenta uma coleção de camisas e camiseiros desenhados pelas amigas Ana e Palmoma, inspirados nas cores do deserto.

«Desenvolvemos uma coleção muito versátil, com a ideia de que as peças Sunad são adequadas para qualquer ocasião. As nossas camisas ficam perfeitas com jeans e mocassins, ou calças por medida para os momentos mais formais e shorts de denim para as férias», explicam as fundadoras da Sunad.

Nice Things

A Nice Things foi lançada em 1995 por Paloma Santaolalla e Miguel Lanna, e assumida em 2012 pela filha do casal, Paloma Lanna, que procura cumprir a promessa feita pelos pais concebendo peças de vestuário para mulheres de todas as idades e permitindo que a empresa cresça organicamente ao longo do tempo.

«O nosso objetivo é criar roupa com personalidade e que não seja guiada pelas tendências que cercam o mundo da moda, mas sigam um caminho firme que reflita o delicado e feminino estilo de Paloma Santaolalla», revela a marca.

Os estampados são um dos pontos fortes da Nice Things, bem como os vestidos e casacos de transição, ideais para usar entre estações.

Loq

A Loq foi fundada por Keren Longkumer e Valerie Quant, que se conheceram quando estudavam design de calçado em Los Angeles, em 2015. Ainda que não sejam espanholas, as duas designers decidiram lançar a marca no país ibérico.

As sandálias de salto quadrado e os clássicos pumps em camurça são os artigos mais populares da marca, rivalizando apenas como as sandálias rasas discretas.

Cortana

A designer espanhola Rosa Esteva tem uma abordagem artesanal ao vestuário, criando vestidos e macacões em silhuetas femininas descontraídas, que aguentam todo o dia. Mesmo as peças mais simples de Esteva têm uma estética luxuosa – o segredo, segundo a fundadora, está no corte. «O nosso objetivo é escapar às tendências de moda fugazes e oferecer coleções femininas contemporâneas com um toque intemporal», reforça.

Massacob

Estabelecida pelo casal Marga Massanet e Jacobo Cobian, a Masscob foi apresentada em 2003 com a intenção de reviver e respeitar os valores artesanais e encontrar formas de adaptar a nova tecnologia ao respeito por esses valores.

«Valorizamos a importância de criar silhuetas, pelo que as nossas combinações de estilos funcionam em harmonia, mas podem ser adaptadas a qualquer situação, seja no trabalho ou no lazer», explicam os fundadores.

Blusas, vestidos e saias numa paleta quente de inspiração mediterrânica dominam a oferta.

Valentina Garí

A designer de Barcelona Valentina Garí trabalhou na indústria da moda vários anos antes de decidir lançar-se a solo com uma marca de vestuário.

Com cores suaves e tecidos frescos e com movimento, a coleção de roupas confortáveis e fáceis de vestir da marca epónima é rica em camiseiros de seda.

Formenteraguamarina

A trabalhar em Palma de Maiorca, Dolores Luque lançou um blogue batizado Formenteraguamarina, em 2008, porque sentia saudades de casa, em Formentera.

Como o número de seguidores cresceu, Luque decidiu criar uma loja online que respeitasse a estética explorada no diário digital. «A Formenteraguamarina é um habitat digital que oferece uma edição de peças baseadas numas férias idílicas», garante.

Por isso, ali podem encontrar-se kaftans, cestas, alpercatas e swimwear.

Naguisa

O arquiteto Pablo Izquierdo e a designer de produto Claudia Claudia Pérez Polo lançaram a Naguisa em 2012, revisitando alpercatas e sapatos de juta. Todos os pares são trabalhados artesanalmente no atelier da marca em Barcelona.

«Desenhamos para todos os pés e todas as idades. A Naguisa tem um design intemporal, feminino e artesanal, tem conforto, qualidade, contemporaneidade, honestidade e mediterrâneo», sublinham os fundadores.