Início Arquivo

Estados Unidos com mais vendas de moda on-line

As vendas de artigos de vestuário através da Internet continuam em alta nos Estados Unidos. Segundo um relatório recentemente desenvolvido pela Forrester Research, encomendado pelo site shop.org (propriedade da Federação Americana do retalho), a venda de vestuário, calçado e acessórios de moda deverá atingir, em 2003, os 7,74 mil milhões de euros, ou seja, mais 54% do que no ano passado. Ainda de acordo com o mesmo estudo, esta tendência vai manter-se nos próximos cinco anos, até 2008, estando previstas vendas de 10 mil milhões de euros para o próximo ano, 13 mil milhões de euros em 2005 e 23 mil milhões de euros em 2006. A principal razão para este acentuado crescimento estará no amadurecimento da própria Internet, que estimula a tendência para o consumidor se deixar seduzir por uma diversidade cada vez maior de produtos. Esta tendência contribuirá decisivamente para o aumento do número de compradores regulares através da Internet, que deverão ser 63 milhões em 2008, só nos Estados Unidos. Outro factor que tem contribuído para a crescente adesão às compras on-line é o grau de desenvolvimento tecnológico atingido neste país pelos sites de comércio electrónico. Por exemplo, 84% dos 92 sites de vendas na Internet mais populares dispõem de um sistema de zoom, que permite observar, cada vez em maior pormenor, os artigos ali vendidos. À boleia deste constante aperfeiçoamento, os grandes retalhistas americanos, como a Sears, LL Bean e Land’s End têm vindo a apostar cada vez mais na Internet como uma ferramenta comercial.