Início Arquivo

EUA: Importações de vestuário de lã em crescimento

Segundo o divulgado pela Woolmark, durante os primeiros seis meses de 2005, as importações norte-americanas de vestuário de lã registaram o maior crescimento anual entre os três tipos principais de fibras, com uma subida de cerca de 25%, com o vestuário de algodão e de fibras não-naturais a registaram uma evolução inferior. No entanto, o volume que se encontra na base desta subida está muito abaixo das outras fibras.

Esta subida do volume foi fomentada pelo elevado aumento das importações norte-americanas com origem na China, que registaram uma subida muito significativa no vestuário de lã, algodão e fibras não-naturais.

As importações com origem noutros países também registaram uma forte subida. Por exemplo, o volume das importações de vestuário de lã e de algodão com origem na Índia também aumentou, assim como o volume das importações de vestuário em fibras não-naturais com origem no Vietname.

Apesar do domínio da China, os importadores e retalhistas norte-americanos também estão a orientar as suas estratégias de compra para outros fornecedores de vestuário de lã de baixo custo, como o México que se encontra posicionado em primeiro lugar da lista para os casacos de homem em lã e a Índia, principal fornecedor de calças de homem em lã. A Ucrânia também está aparentemente a conquistar quota de mercado nos EUA para as calças de senhora em lã e as Filipinas estão significativamente mais fortes no fornecimento de saias de senhora, os dois posicionados em segundo lugar.