Início Notícias Mercados

Euratex apoia ITV ucraniana

A confederação europeia do têxtil e vestuário lançou uma nova iniciativa pensada para facilitar a cooperação entre as empresas ucranianas e europeias do sector, um projeto que, acredita a Euratex, poderá ajudar a cimentar uma relação comercial entre os dois países que tem «potencial» para crescer.

[©Euratex]

A Euratex lançou a EU-Ukraine Textile Initiative (EUTI) no passado dia 9 de maio com o objetivo de criar um único ponto de contacto para as empresas ucranianas que procuram apoio e cooperação com os homólogos europeus e vice-versa, explica em comunicado. «Essa ligação será útil para corresponder a oferta à procura (por exemplo, há muitos pedidos de tecidos), envolver compras públicas, oferecer apoio a empresas individuais», afirma.

A confederação adianta que o serviço será coordenado com a Ukrlegprom, a associação ucraniana de empresas têxteis e de vestuário. Olena Garkusha, uma gestora experiente da indústria têxtil ucraniana, agora sediada em Bruxelas, vai servir como ponto de contacto.

«Apoiar a indústria têxtil é a nossa forma de ajudar as pessoas da Ucrânia. Encorajamos os nossos membros da Euratex a ligarem-se através da EUTI e a desenvolverem parcerias sustentáveis», apela Dick Vantyghem, diretor-geral da Euratex.

Tetyana Izovit, presidente do conselho de administração da Ukrlegprom, elogiou a iniciativa. «Atualmente temos muitas empresas de têxteis e vestuário na Ucrânia com conhecimento e trabalhadores qualificados, capazes e com vontade de trabalhar com a UE, mas não têm contactos, nem clientes, nem aprovisionamento. A EUTI vai ajudá-los», acredita.

De acordo com a Euratex, as exportações da União Europeia para a Ucrânia somaram 1,3 mil milhões de euros em 2021, com

[©Euratex]
as importações provenientes deste país da Europa de Leste para o bloco europeu a atingirem 500 milhões de euros, pelo que, refere a confederação, «há potencial para expandir esta relação, tanto no curto prazo – para responder a necessidades urgentes, como por exemplo tecidos para a área médica e militar – mas também a longo prazo. Como parceira na Convenção PEM [Pan-Euro-Mediterrânica], a Ucrânia pode ter um papel importante na cadeia de aprovisionamento têxtil e vestuário da Europa».

Além disso, acrescenta o comunicado, «a proposta de suspensão de taxas sobre produtos importados da Ucrânia pela UE vai oferecer mais oportunidades».

Já em março, a Euratex apelou à UE para controlar os aumentos nos preços do petróleo e do gás resultantes da guerra na Ucrânia, tendo salientado que muitas empresas da indústria têxtil e vestuário poderiam ser obrigadas a parar a produção devido ao aumento dos custos.