Início Notícias Marcas

Eureka com os pés na passerelle

Depois das várias parcerias estabelecidas nos últimos anos com a organização e das alianças seladas com os designers presentes no calendário, a marca de calçado Eureka teve a sua derradeira estreia na última edição da ModaLisboa. Do alto da passerelle, Filipe Sousa, diretor-geral da empresa, aproveitou para olhar para o futuro do retalho físico e digital.

«Estarmos presentes na ModaLisboa, querendo nós afirmarmo-nos tanto no panorama nacional como internacional, é um privilégio», afirmou Filipe Sousa ao Portugal Têxtil logo após o desfile inaugural da Eureka. «Já fizemos várias parcerias com a ModaLisboa nos últimos anos, já calçámos o seu staff, já tivemos stands de exposição ao público e, este ano, chegou o convite para apresentarmos um desfile», acrescentou.

© ModaLisboa / Fotografia: Rui Vasco
© ModaLisboa / Fotografia: Rui Vasco

Com a apresentação de uma coleção de calçado com detalhes românticos e bucólicos, marcada pela combinação de apontamentos geométricos e minimalistas com solas robustas, o espírito desportivo e urbano foi o fio condutor do desfile na edição “Boundless” da ModaLisboa. Na mostra dedicada ao outono-inverno 2017/2018, foram ainda apresentadas as propostas dos designers Nuno Gama e Luís Carvalho, no âmbito do projeto colaborativo COxLABS da Eureka.

«Temos a parceria com o Nuno Gama, com quem já colaboramos há cinco anos, ou seja, há dez coleções, e com o Luís Carvalho que, por coincidência, é da nossa cidade. A ligação do design de moda à indústria do calçado é fundamental, porque se olharmos na vertente do negócio, há três eixos: o eixo da produção, o eixo da comercialização e o eixo do design. Quando se juntam esses três eixos o resultado só pode ser bom», considerou o diretor-geral.

Com uma produção diária de 2.600 pares de calçado – 25% dos quais destinados às marcas próprias Filipe Sousa, Eureka Concept Colection, Mr. Sousa e Miss Julia e 75% para as marcas externas com as quais a empresa trabalha –, a Eureka passeia já em 52 países, passando pela Coreia do Sul, Austrália, Japão, EUA ou Canadá. «Ainda é uma escala pequena, mas estamos representados nesses países com exportação», afirmou Filipe Sousa.

© ModaLisboa / Fotografia: Rui Vasco

Com o ano de 2016 a acompanhar a trajetória de crescimento dos anos anteriores, para 2017 os objetivos passam por continuar a aumentar a rede de lojas. «Temos vindo a crescer nos últimos seis, sete anos, com resultados bastante positivos para a empresa e esses resultados trazem o crescimento da marca, uma coisa ajuda a outra», admitiu o diretor-geral. Neste momento, em Portugal, a Eureka conta com 28 lojas, estando prestes a assumir quatro pontos de venda além-fronteiras – Holanda, Luxemburgo, Alemanha e, em breve, França. «A curto prazo, vamos estar em Inglaterra e também na África do Sul», revelou o diretor-geral o Portugal Têxtil.

Para completar a sua experiência de vendas, a Eureka lançou o portal de comércio eletrónico há seis meses, «preparado para os próximos cinco anos e pensado para todos os mercados do mundo». «Estamos bastante contentes com a parte online», afirmou Filipe Sousa que, sublinhou, «queremos ser uma empresa do mundo, sem deixar de assumir a nossa portugalidade».