Início Arquivo

Exportações da Tailândia podem diminuir 10%

Há um sério risco de as exportações têxteis da Tailândia diminuírem até 10% este ano, devido aos recentes ataques terroristas nos Estados Unidos, e ao consequente abrandamento económico. Num seminário realizado pela Associação de Manufactura Têxtil da Tailândia, o seu presidente Phongsak Assakul, fez um relatório de avaliação da situação dos exportadores tailandeses e importadores dos Estados Unidos – o maior mercado de exportações dos têxteis da Tailândia. A queda prevista no consumo americano poderá ter um impacto negativo no quarto trimestre do ano. No entanto, o presidente Assakul afirmou que as exportações têxteis tinham já diminuído antes dos ataques aos Estados Unidos. Nos primeiros sete meses, as exportações tinham menos 5,2% do que no mesmo período no ano passado, resultando esta situação do abrandamento económico. A exportação de vestuário também diminuiu 5,5%, para 910 milhões de dólares (196 milhões de contos). Foi acordado que os planos de exportação precisam de ser revistos para cooperar com os cancelamentos de encomendas dos Estados Unidos. Foi recomendado que os industriais procurassem reduzir os custos de produção, procurassem novos mercados e se concentrassem principalmente no mercado interno para assim, minimizarem riscos. Uma nova questão que a indústria Tailandesa irá enfrentar a longo-prazo, é a liberalização do comércio em 2005, quando a competitividade na exportação se tornar mais dura, devido à eliminação global das quotas de importação.