Início Arquivo

Exportações do Bangladesh atingidas pela guerra

O principal produto de exportação de Bangladesh – o vestuário – enfrenta um abrandamento económico, no seguimento da guerra ao terrorismo liderada pelos Estados Unidos. O vestuário representa 75% do total anual de exportações e só os Estados Unidos compram cerca de 45% dos produtos de Bangladesh. «Nós estamos a enfrentar dura competição por parte dos países africanos e asiáticos, os quais tiveram permissão por parte dos Estados Unidos, para fazer exportações livres de taxas e quotas,» afirmou o ministro do comércio Amir Khasru Chowdhury. «Agora as expectativas (em relação às exportações do Bangladesh para os Estados Unidos) foram goradas pelo abrandamento da economia global no seguimento da guerra contra o terrorismo.» Chowdhury anunciou que iria visitar Washington a 4 de Novembro e que, em meados do próximo mês voltaria lá para serem discutidas questões relativas às exportações, especialmente no que diz respeito ao vestuário. O presidente da Associação de fabricantes de vestuário e exportadores, disse que perto de mil das 3200 fábricas do vestuário, fecharam devido à falta de encomendas nos últimos meses. A acção americana ameaçou cancelar as remessas de mais de 2 milhões de trabalhadores de Bangladesh a trabalhar no estrangeiro, incluindo os 300 000 dos Estados Unidos. Quase metade dos 130 milhões da população do Bangladesh, continua a viver na miséria e qualquer abrandamento na economia só irá agravar a situação, afirmaram fontes oficiais. O ministro Chowdhury, afirmou que o maior objectivo para o governo seria «tentar compensar a pobre economia de Bangladesh, em relação a qualquer impacto pesado devido à guerra».