Início Notícias Vestuário

Exportações em ascensão

Entre janeiro e setembro, as exportações de vestuário registaram um crescimento de 2,41% face a igual período de 2014, para 2,16 mil milhões de euros, com os envios de artigos em tecido a destacarem-se e a ganharem dinamismo nos mercados externos, registando uma subida de quase 7%.

Nos primeiros nove meses do ano, segundo os dados veiculados pela Anivec – Associação Nacional da Indústria de Vestuário e Confecção, as exportações de vestuário em tecido (categoria vestuário e seus acessórios, exceto de malha) atingiram 749,5 milhões de euros, o equivalente a 6,83%. Já as exportações de vestuário e seus acessórios, de malha subiram 0,2% no período, para 1,41 mil milhões de euros.

Em termos geográficos, Espanha continua a destacar-se entre os principais mercados das exportações portuguesas de vestuário, com uma quota de 42,1%, tendo registado uma subida de 9,2%, para 907,6 milhões de euros, entre janeiro e setembro de 2015.

Nos principais mercados, sobressaem ainda pela positiva a Alemanha (+1,5%, para 194,28 milhões de euros) e os Países Baixos (+3,3%, para 79,5 milhões de euros), assim como os EUA, que registaram um aumento de 38,5% das exportações nos primeiros nove meses do ano, para 57,1 milhões de euros.

«Os EUA são um mercado com grande potencial para a indústria de vestuário portuguesa, com a sua posição a reforçar-se durante este ano, o que mostra as oportunidades que podem advir do TTIP [Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento entre a União Europeia e os Estados Unidos da América], desde que o acordo seja bem acautelado», sublinha César Araújo, presidente da direção da Anivec, em comunicado. «Estamos a bater-nos muito para defender a nossa indústria nestas negociações», acrescenta.

França (-2,2%, para 307,2 milhões de euros), Reino Unido (-3,3%, para 210,1 milhões de euros) e Itália (-9,9%, para 67,7 milhões de euros), pelo contrário, evidenciaram-se pela negativa nas exportações entre janeiro e setembro.

Nas importações de vestuário o cenário é igualmente positivo, com um crescimento das compras ao exterior de vestuário e seus acessórios, de malha (+5,86%, para cerca de 663 milhões de euros) e de vestuário e seus acessórios, exceto malha (+4,96%, para 723,8 milhões de euros).

O saldo comercial do sector de vestuário (categorias vestuário e seus acessórios, de malha e vestuário e seus acessórios, exceto malha) é atualmente superior a 770 milhões de euros.