Início Arquivo

Exportações espanholas cresceram 14%

Segundo um relatório apresentado pelo Centro de Informação Têxtil e de Confecção de Espanha, a ITV no parceiro ibérico registou bastantes oscilações ao longo do ano 2001. Na primeira metade do ano foi marcada pela estabilidade , com a procura externa a compensar o menor crescimento do mercado interno, afectado pela desaceleração do consumo. No segundo semestre de 2001, acentuou-se o espectro negativo que pairava sobre o sector, apesar do maior dinamismo do mercado externo face ao interno. O crescimento das exportações espanholas atestam este facto, uma vez que aumentaram 14% face ao ano anterior. Por outro lado, as importações também apresentaram um acréscimo significativo (10%) mas a uma taxa inferior à das exportações. O défice comercial atingiu, assim, 2,2 milhões de euros. Durante o ano de 2001, a produção decresceu 1,5% em termos reais, com o emprego a manter-se estável. As tensões inflacionistas no que respeita às fibras e energia, conduzem à manutenção da problemática empresarial neste sector que se traduz no desfasamento entre os preços de venda e o aumento dos custos. As perspectivas para 2002 apontam para que a deterioração do cenário macro-económico mundial afecte negativamente as exportações na primeira metade de 2002. Por outro lado, prevê-se um acréscimo demasiado moderado do consumo interno, que poderá agravar a confiança dos consumidores. Assim, a confirmar-se as previsões conjunturais para a economia mundial em 2002, é esperada uma progressiva desaceleração da ITV que será mais intensa no primeiro semestre, com consequências directas no emprego. Na segunda metade do ano prevê-se uma inversão da tendência, que estará directamente relacionada com a evolução da conjuntura mundial. O Centro de Informação prevê para 2002 uma redução da produção de 1,4%, com os preços industriais a crescerem menos de 1%. As exportações irão aumentar 8% e as importações evoluirão a uma taxa idêntica à de 2001. O emprego cairá 1,5%, com maior incidência na primeira metade de 2002.