Início Arquivo

Exportações regressam a taxas de crescimento positivas

De acordo com os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística trabalhados pelo Observatório Têxtil do Cenestap, no primeiro trimestre de 2006, as saídas de mercadorias da ITV cresceram em termos homólogos 1,3% fixando-se nos 1.085,9 milhões de euros. Este comportamento reflecte, em parte, uma evolução muito favorável no mês de Março do corrente ano. De facto desde Abril de 2004 que este indicador não apresentada valores positivos sendo de destacar o desempenho dos artigos têxteis, uma vez que, as vendas ao exterior cresceram 2,9% nos primeiros três meses deste ano comparando com o período homólogo do ano anterior.Contudo, este resultado não é tão surpreendente se tivermos em conta que o primeiro trimestre de 2005 foi um dos mais difíceis para as exportações da ITV nacional, uma vez que, coincidiu com o inicio da liberalização dos mercados internacionais e consequente aumento da concorrência nos mercados de destino das exportações lusas. No vestuário as variações foram mais moderadas registando um aumento de apenas 0,4% impulsionado pelo crescimento das exportações de vestuário de tecido, já que os artigos de malha ainda se mantêm em terreno negativo (-0,7%). Do lado das importações os dados disponíveis para o primeiro trimestre indicam um total importado de 794,1 milhões de euros correspondendo a uma contracção das entradas (-2,0%) em continuidade com o que se tem verificado nos trimestres anteriores. Todavia a análise das entradas de artigos por sector evidencia uma evolução oposta no sector têxtil e no vestuário. Enquanto o primeiro registou um crescimento de 1,1%, as importações do segundo caíram 5,6% (-7,3% nos artigos de malha e -4,1% no vestuário de tecido). As variações descritas reflectiram-se num aumento do saldo da Balança Comercial da ITV de 11,6% para os 291,8 milhões de euros resultando numa taxa de cobertura de 136,7% no primeiro trimestre do ano, mais 4,4 pontos percentuais que no trimestre homólogo do ano transacto. Esta análise é apresentada em Ficha Informativa disponível no Portugaltextil.com