Início Arquivo

Exportações têxteis em queda

As exportações da Indústria Têxtil e do Vestuário (ITV) indiana registaram uma quebra de cerca de 1,2 mil milhões de dólares no último ano completo analisado. As exportações a 12 meses situaram-se nos 21 mil milhões de dólares, contra os 22,14 mil milhões do ano anterior. Os dados apresentados pelo Ministro dos Têxteis indiano, Panabaaka Lakshmi, revelaram ainda que, tendo por base a moeda indiana, as mesmas exportações apresentaram um crescimento de 8% face ao ano anterior. Em termos absolutos, as exportações da ITV como percentagem das exportações totais da índia representaram 11,47% desse valor, quando um ano antes tinham significado 15,16%. As exportações de têxteis perderam assim importância no total de exportações do país. Segundo informações provenientes de diversos quadrantes da ITV indiana, o decréscimo das exportações teve como origem um declínio considerável dos valores do vestuário e dos artigos de algodão durante os dois primeiros trimestres do ano fiscal em vigor. O Governo indiano está a levar a cabo reuniões ao mais alto nível com os exportadores da ITV para, em conjunto, encontrarem medidas que contrariem os efeitos adversos da crise económica mundial e a baixa das exportações. O Ministro dos Têxteis indiano referiu que entre as medidas da política comercial externa para o período compreendido entre 2009 e 2014 estarão incluídos vários incentivos a este sector. Lakashmi comunicou também que as autoridades comerciais e industriais japonesas evidenciaram interesse nos produtos têxteis indianos durante a visita que realizou recentemente a Tóquio. Uma grande empresa japonesa do sector estabeleceu contactos para se estabelecer proximamente no mercado indiano. A visita ao Japão, liderada pelo próprio ministro, fez deslocar até aquele país diversos representantes governamentais, das associações e das empresas mais representativas do sector. Nos contactos estabelecidos, foram levadas a cabo importantes reuniões com importadores têxteis japoneses, com o ministro da economia e com as principais cadeias de retalho de moda daquele país. A delegação visitou igualmente algumas empresas têxteis japonesas. Estas deslocações levadas a cabo pelas autoridades governamentais indianas visam reforçar urgentemente a capacidade do seu país em atrair investimento directo estrangeiro para a ITV, para que se atinjam as metas de criação de emprego, de evolução tecnológica e de obtenção de 4% da quota de mercado mundial estabelecidas pelas autoridades. Em termos internos, o mercado indiano da ITV está avaliado em 40 mil milhões de dólares e a crescer a um ritmo médio anual de 14%. A maioria dos principais players do retalho de moda está presente no mercado ou possui aí redes de sourcing. O Ministério Têxtil indiano tem como meta para os próximos 25 anos que a sua ITV atinja os 100 mil milhões de dólares de exportações.