Início Notícias Moda

Farfetch alia-se ao Modatex em busca de talento

A gigante do retalho online de luxo estabeleceu uma parceria com o centro de formação da indústria têxtil, vestuário, confeção e lanifícios para criar um curso de styling de moda para e-commerce. A primeira edição conta com 20 vagas e terá início a 11 de junho.

O curso, batizado E-Commerce Fashion Styling, terá a duração de 890 horas, estando previsto o seu fim para 17 de janeiro de 2020, e incidirá sobre as áreas de styling, fotografia de moda, análise de tendências, marketing digital e styling editorial. O objetivo é formar indivíduos capazes de «planificar, organizar e gerir produções fotográficas de moda e produto de vestuário para e-commerce».

A fase de candidaturas às 20 vagas existentes já abriu, sendo que os candidatos, que deverão ter entre 18 e 35 anos e ser detentores do ensino secundário completo com formação na área do design de moda certificada ou com experiência comprovada, terão de passar por um processo de seleção. A primeira fase, que se prolonga até 17 de maio, consiste na entrega do portefólio e numa prova técnica, seguindo-se uma entrevista presencial, a realizar de 17 a 31 de maio. Os resultados serão publicados em junho.

Os melhores alunos poderão ser convidados para um estágio de dois meses no Centro de Creative Operation da Farfetch no AvePark, em Guimarães, onde é feito o processamento digital da maioria dos produtos introduzidos e disponibilizados na plataforma, incluindo a fotografia e edição de imagem.

Formação em conjunto

Ana Sousa, vice-presidente de People (recursos humanos) da gigante online do luxo fundada pelo português José Neves, considera, citada pelo Eco, que «com este curso estamos a atrair talento para a Farfetch, mas estamos também a devolver à comunidade muito do nosso conhecimento e experiência. Teremos stylists da Farfetch envolvidos no programa como formadores, contribuindo com conhecimento prático. Para além disso, o estágio de dois meses a que alguns formandos poderão ter acesso será um elemento enriquecedor, com potencial para se tornar mesmo uma porta para o mundo do trabalho».

Rui Silva, vice-presidente de Creative Operations da Farfetch, que recentemente garantiu a gestão das vendas online dos grandes armazéns Harrods, acrescenta que «com as nossas Creative Operations a crescerem a um ritmo muito acelerado, acreditamos que faz todo o sentido termos um papel mais ativo também na formação em áreas como o styling para e-commerce, que, na verdade, é uma área que já temos vindo a ajudar a desenvolver em Portugal». Como tal, «estamos muito felizes por iniciarmos esta parceria com o Modatex, que é uma entidade com uma vasta experiência na formação de profissionais nas áreas da moda», destaca, citado pela revista Viva!.

Já para o Modatex, esta é uma forma de responder às necessidades diretas da indústria da moda, numa área que tem vindo a crescer. «Ao pensar nas profissões do futuro e pelo contacto direto com a realidade do mundo do trabalho, detetamos uma necessidade de formar pessoas para o digital. A Farfetch é o parceiro ideal para nos iniciarmos na formação de moda neste contexto, não só por ser uma empresa global de referência em e-commerce, mas também pela vontade comum de construir bases mais sólidas na formação de novos profissionais, num futuro que se avizinha cada vez mais exigente e competitivo», sublinha João Melo Costa, coordenador pedagógico de moda do Modatex.