Início Notícias Tecnologia

Farfetch lança acelerador tecnológico

A plataforma fundada pelo português José Neves já conta com alguns parceiros no desenvolvimento do Dream Assembley, para start-ups inovadoras.

A Farfetch, lançou um novo acelerador para apoiar start-ups tecnológicas e conquistou a casa de moda britânica Burberry como primeira parceira da iniciativa. O projeto, lançado a 20 de abril, foi batizado Dream Assembly e vai disponibilizar às start-ups mais promissoras do mundo o acesso a um programa de mentores e de oportunidades de networking, assim como financiamento para começar a atividade.

O acelerador estará instalado nos escritórios da Farfetch em Lisboa, com um programa que incluirá uma série de workshops, sessões privadas com líderes séniores da plataforma e reuniões de mentoring sobre vários tópicos, incluindo comércio electrónico, marketing, tecnologia, moda, logística e operações. Este processo permite, às start-ups, acesso direto ao know-how da plataforma nas indústrias da moda e tecnologias durante 12 semanas.

Além disso, a Dream Assembly irá possibilitar o acesso a oportunidades de networking para as empresas que participem, ligando-as a contactos relevantes na indústria da moda. A Burberry, conhecida como uma das líderes da indústria de moda de luxo, é a primeira marca a estabelecer uma parceria com a Farfetch neste âmbito e a fornecer módulos para o programa do acelerador. A empresa de venture capital 500 Startups, que foi responsável pelo mentoring e coaching de milhares de empreendedores no seu programa sediado em Silicon Valley, será responsável pelas áreas de vendas e marketing, incluindo uma semana em São Francisco e outra em Lisboa.

O CEO da Farfetch (ver Os próximos passos da Farfetch) recordou que «quando comecei com a plataforma, há 10 anos, éramos uma pequena start-up. Nessa altura, foi preciso ganhar exposição a boutiques, marcas e clientes para que experimentassem o serviço e houve necessidade de apoio tecnológico e mentoring». A plataforma consegue, assim, ter acesso a todo o tipo de tecnologias inovadoras que possa usar no futuro, uma hipótese cada vez mais aproveitada pelo grupo, que também desenvolve este tipo de produto internamente. A Burberry aposta também no desenvolvimento deste «ecossistema», assegurou Stephanie Phair, CSO da Farfetch, ao portal Business of Fashion.

«O Dream Assembly dedica-se a apoiar os melhores empreendedores e equipas para chegarem ao próximo nível. Acreditamos que toda a indústria da moda de luxo, incluindo a Farfetch, poderá colher benefícios com a ajuda a uma nova geração de companhias dedicadas a mudar o futuro do comércio eletrónico», destacou José Neves.

As candidaturas para aderir ao programa estão já abertas e fecham a 10 de junho. A Farfetch tem levado a cabo parcerias com algumas marcas de renome mundial (ver Chanel investe na Farfetch).