Início Notícias Moda

Farfetch na corrida ao talento nacional

A equipa da Farfetch vai mudar por breves momentos de escritórios e fazer da Avenida dos Aliados, no Porto, a sua nova sede. A startup de José Neves organiza, nos próximos dias 29 e 30 de outubro, a primeira edição de um hackathon público com o objetivo de premiar os melhores developers em Portugal.

«Através do nosso evento de dois dias, repleto de atrações fantásticas e oportunidades de networking surpreendentes, queremos desafiar os melhores developers em Portugal para chegar a soluções novas, inovadoras e criativas que possam finalmente revolucionar o mundo da moda de luxo», explica a organização em comunicado sobre o evento que vai pôr a Invicta em movimento ao longo de 36 horas.

Os participantes – as candidaturas ainda estão a decorrer, terminando a 22 de outubro – devem formar equipas de três a cinco elementos, não existindo requisitos em termos de conhecimentos tecnológicos e/ou de habilitações académicas. O primeiro lugar será distinguido com um prémio no valor de 12.500 euros, havendo ainda segundo e terceiro lugares.

A maratona – a expressão “hackathon” significa maratona de programação – dos talentos do mundo tecnológico promete apresentar, a par do prémio pecuniário, um conjunto de desafios interessantes para os participantes, que se deverão fazer acompanhar do material necessário para a corrida de cliques: computador portátil e todos os dispositivos de hardware de que possam precisar. À prova estarão o talento e a capacidade de criar soluções inovadoras tecnológicas aplicáveis ao e-commerce de luxo.

O hackathon, que conta com a colaboração da Microsoft e com o apoio da Câmara Municipal do Porto e da Porto Lazer, reserva ainda momentos de diversão, estando agendando um concerto da banda portuguesa Expensive Soul, no dia 29.

De acordo com as informações divulgadas pela imprensa, a plataforma de moda internacional que conecta os consumidores a uma vasta rede global de boutiques e, cada vez mais, a marcas (ver Farfetch encurta distâncias), fundada e liderada por José Neves – que marcará presença no evento –, pretende recrutar 160 engenheiros para diferentes áreas do negócio, pelo que o hackathon será uma excelente oportunidade de networking.

O empresário português fundou a primeira empresa de software quando tinha 19 anos (ver A educação de Neves), enquanto estudava economia na Universidade do Porto e hoje gere um negócio que já acumulou investimento na ordem dos 305 milhões de dólares (aproximadamente 277 milhões de euros), estando atualmente avaliada em cerca de 1,5 mil milhões de dólares (ver Farfetch vale mil milhões).

Portugal continua a ser o destino de eleição para as operações da equipa de tecnologia, sendo que a Farfetch conta já com um escritório no Porto – cujas instalações foram aumentadas este ano –  e outro em Guimarães. Atualmente, a plataforma está também a investir num escritório em Lisboa.