Início Destaques

Fibras que promovem conforto e sustentabilidade

Na base da cadeia têxtil, as fibras são o primeiro passo para a produção de moda mais amiga do ambiente, sem descurar as prioridades do consumidor. A Naia Renew, da Eastman, e a creora regen, da Hyosung, são duas das soluções mais inovadoras presentes no mercado.

A fibra celulósica Naia Renew é fabricada com 60% de polpa de madeira aprovisionada de forma sustentável e 40% de resíduos reciclados, permitindo «criar produtos sustentáveis sem comprometer a qualidade e o estilo», salienta a Eastman na publirreportagem Fibras Dinâmicas, publicada na edição de outubro do Jornal Têxtil. Além disso, «está também certificada como biodegradável e compostável, criando a possibilidade dos tecidos regressarem, com segurança, à natureza no fim da sua vida útil», destaca a empresa, que tem como expectativa que a Naia Renew represente mais de 50% do seu portefólio têxtil até 2025 e mais de 90% até 2030.

Já a Hyosung aconselha «para um futuro melhor, reutilize, recicle, Regen», em referência à sua fibra de elastano creora regen, que permite uma redução da pegada de carbono, desde a pré-produção à produção, de aproximadamente 67% comparativamente à creora. A fibra é produzida com 100% elastano reciclado e tem uma performance equivalente às fibras virgens, tendo certificação Global Recycled Standard (GRS). Segundo a empresa, desde o lançamento da creora regen, em janeiro de 2020, a quantidade de fibra produzida compensou as emissões de dióxido de carbono equivalentes a dar 1.000 vezes a volta ao mundo.

Duas soluções inovadoras para descobrir na publirreportagem Fibras Dinâmicas, publicada na edição de outubro de 2021 do Jornal Têxtil.