Início Notícias Vestuário

Fiorima revoluciona meias

Dos Led’s à introdução de nanotecnologia, a Fiorima corre no caminho da inovação. A peúga polaina – que protege os atletas da entrada de água e areia no sapato enquanto praticam desporto – provou ser um sucesso no mercado, mas a empresa mantém a tónica de desenvolvimento constante de novos produtos.

Com os produtos técnicos a representarem já cerca de 20% do volume de negócios, que ronda os 7,5 milhões de euros, a Fiorima continua a alavancar a sua estratégia de crescimento na inovação. Recentemente, lançou no mercado o BiCoSiCa, um conceito de meia de elevada performance que inclui biocerâmica, carbono, cobre e prata, potenciando propriedades bacteriostáticas, antiestáticas, gestão de temperatura e humidade, entre outras. «Isto é inovador numa vertente: é que o mercado apresenta estes artigos isoladamente e nós conseguimos combinar e mostrar que as propriedades inerentes a cada um destes elementos que entram na peúga trazem um valor acrescentado», explicou Paulo Rodrigues, diretor industrial da Fiorima, na edição de abril do Jornal Têxtil.

As novidades da empresa, que emprega 89 pessoas, incluem ainda um novo produto com led’s. «Apresentámos o led no início desde ano a alguns clientes e eles viram diversas potencialidades no produto», afirmou o diretor industrial. A Fiorima inseriu ainda led’s em punhos, criando produtos que, segundo Paulo Rodrigues, «não só embelezam e acabam por ser uma parte importante da moda, como são também uma oportunidade do ponto de vista da segurança».

A moda, de resto, não é descurada pela empresa de Braga, que recentemente introduziu uma técnica de estamparia a três dimensões. «Até aqui, o mercado apresentava uma grande dificuldade relacionada com a estamparia em 2D, que criava um defeito de fabrico na união do desenho. Com esta solução conseguimos eliminar esse defeito», apontou o diretor industrial. A tecnologia foi desenvolvida à medida e, embora acredite que em breve poderá surgir noutros concorrentes, «para já é nossa e queremos estar sempre um passo à frente daquilo que o mercado oferece», destacou.

O portefólio da Fiorima em produtos técnicos conta ainda com artigos na área médica. «Fizemos uma parceria com uma empresa portuguesa, a Smart Inovation, e foi um protocolo que resultou muito bem, porque conseguimos potenciar as peúgas com uma vertente médica, não só para o pé de atleta, para o pé diabético e para as frieiras, mas também para a repelência aos mosquitos, que teve uma recetividade muito grande», revelou Paulo Rodrigues.