Início Arquivo

Fisipe Espanha vendida por 7,5 milhões

A Fisipe Portugal e umgrupo de investidores de Barcelona liderado pelo presidente dogrupo químico espanhol La Seda, Rafael Navarro, assinaram ontem um acordo de intenções para vender a unidade portuguesa daquela cidade, evitando o seu encerramento e o despedimento colectivo dos seus 264 trabalhadores. Esta solução está no entanto dependente da autorização das autoridades espanholas e de um acordo com os sindicatos para permitirem a redução de 20% dos salários dos trabalhadores. Se estas duas forem cumpridas, «o acordo pode passar a contrato em duas ou três semanas», adianta fonte oficial da Fisipe.

 

Os processos de falência e de despedimento colectivo entretanto iniciados pela Fisipe manter-se-ão no entanto em vigor, sendo suspensos na eventualidade da concretização de um acordo final para o negócio.

 

O presidente da Fisipe, Gonçalo Mello, tinha adiantado anteriormente ao Diário Económico que já tinha tentado vender a empresa, dentro ou fora do sector, ou deslocaliza-la, mas sem sucesso, e o encerramento era inevitável. Esta unidade da capital catalã foi adquirida, em 2000, por 21 milhões de euros à multinacional holandesa Acordis, e enfrentava desde então sérias dificuldades do mercado de fibras acrílicas. «Comprámos Barcelona porque fazia todo o sentido em termos estratégico. Aquilo que se verificou nos últimos tempos é que era imprevisível», declarou.