Início Arquivo

Fórum da Indústria Têxtil é já amanhã

Paulo Nunes de Almeida, presidente da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP), António Borges, Silva Peneda, Daniel Bessa, vários empresários e especialistas têxteis são alguns dos convidados a participar e intervir  no 7º Fórum da Indústria Têxtil  subordinado ao tema “A Liberalização do Comércio Internacional de Têxteis e Vestuário: prós e contras ”.

O debate, conduzido por Fátima Campos Ferreira, pretende ser um espaço de reflexão sobre o futuro do Têxtil e do Vestuário, numa altura em que o sector atravessa um dos seus momentos mais difíceis e decisivos devido à liberalização mundial do comércio têxtil e à imparável ascensão da Índia e da China como produtores à escala global.

A iniciativa, promovida pela ATP, realiza-se amanhã, dia 19 de Outubro, às 14h30, no CITEVE, em Famalicão.

Ao longo da sessão serão abordadas algumas das questões mais importantes no panorama actual da ITV e que se inscrevem nas grandes preocupações da ATP: a invasão de produtos chineses em Portugal, o impacto da liberalização do comércio na ITV portuguesa e na economia nacional, a ameaça eminente da Índia, o papel da OMC na regulação do comércio mundial, a insegurança de milhares de trabalhadores e o futuro de toda uma indústria que emprega cerca de 200.000 trabalhadores em Portugal.

A ITV é uma das indústrias transformadoras mais importantes do nosso país, representando cerca de 16% no conjunto das actividades económicas e quase 18% do emprego e das exportações nacionais.

Segundo a ATP, «é no contexto da plena liberalização do comércio têxtil que a associação tem vindo a desempenhar um papel fundamental na protecção dos interesses da ITV portuguesa, actuando não só junto do governo central mas também de entidades internacionais diversas, empenhando-se na defesa de um comércio que se pretende livre, mas também justo, recíproco, em igualdade de circunstâncias para todos, e devidamente regulado pela Organização Mundial do Comércio».