Início Arquivo

Fundações lançadas na Bauma

A Bauma 2010 parece ter marcado uma mudança na indústria de maquinaria, produtos e serviços para a construção civil, com uma edição que arrastou centenas de milhares de visitantes, embora o vulcão islandês tenha afectado os números finais. Mais de 415 mil visitantes de mais de 200 países estiveram presentes – um número 17% inferior ao registado na última edição, que teve lugar em 2007. Cerca de 65% dos visitantes vieram da Alemanha, com apenas 35% a terem viajado de países fora da Alemanha. «Apesar de muitas medidas de emergência implantadas pela Messe München, em cooperação com os seus funcionários em Munique e parceiros, nem todos os visitantes esperados da Ásia, Índia e América conseguiram chegar a tempo à Bauma», revelou Klaus Dittrich, presidente e CEO da Messe München GmbH, lembrando contudo a possibilidade destes visitarem a Bauma China 2010, em Xangai, e o novo evento bC India 2011, em Bombaim. Apesar de ter ficado abaixo das expectativas da organização, os milhares de profissionais presentes na Bauma foram suficientes para o sucesso da primeira participação da Cordoaria Oliveira Sá, que esteve em Munique com o apoio da Associação Selectiva Moda e do Qren. «Foi uma presença muito positiva», revelou Sofia Marques dos Santos, chefe do departamento de exportação da Cordoaria Oliveira Sá. A empresa portuguesa foi um dos 3.150 expositores internacionais no New Munich Trade Fair Centre, onde apresentou cabos industriais de alto desempenho destinados ao sector da construção. «Houve muitos contactos e visitas ao stand, dando uma perspectiva de aumento das exportações de 15%. Na verdade, a qualidade e contactos excederam as nossas expectativas, pelo que antecipamos bons negócios», concluiu a responsável. A 30.ª edição da Bauma realiza-se apenas daqui a três anos, de 15 a 21 de Abril de 2013, igualmente em Munique.