Início Arquivo

Gant com novo look

No centro de Londres a Gant revelou o seu novo “look” para a Europa. A marca de desporto masculina acaba de abrir uma loja modelo com um estilo diferente na Brompton Road, uma das principais ruas de comércio topo de gama da capital, onde se encontra também a grande loja Harrods. «Conservámos certos elementos próprios das lojas Gant mas quisemos dar um toque jovem ao design», entusiasma-se Arthur Engel, director geral da marca. Assim, ele prefere uma modernização a uma revolução para esta loja de cerca de 400m2 repartidos por três níveis. A madeira de cerejeira é largamente utilizada pela Gant, sendo um elemento chave da decoração. Mas não está mais presente do que no passado. Arkarius, a sociedade de design sueco encarregue da transformação, preferiu recuperar os pequenos toques como estantes discretas e mesas elegantes redondas ou rectangulares. O solo é sempre coberto em parquet mas com algumas ilhas com água. A prioridade foi dada à transparência e à claridade, com abundância do branco desde o solo ao tecto, passando pelas poltronas. O branco domina também as raras fotos impressas em tamanho gigante, em particular aquelas ao fundo da loja ou ao lado das escadas. O vidro está também muito presente, nas mesas, nas vitrines, etc… Por outro lado, a Arkarius abandonou o design em oval que até agora havia caracterizado as lojas Gant. O novo conceito apresenta estruturas rectangulares mais clássicas e sem dúvida mais funcionais. A loja guarda no entanto, a originalidade de cantos arredondados e a disposição em pequenos palcos pintados de branco onde são postos alguns manequins metálicos e simples, apresentando modelos diferentes. «A pouco e pouco, este novo conceito vai ser estendido ao resto da cadeia em todo o mundo», assegura Arthur Engel. «A nossa ambição é fazer da Gant uma marca global». Presente em 55 países, a Gant dispõe neste momento de 140 lojas, 8 das quais no Reino Unido (5 próprias e 3 franchisings). Este foi o único país, juntamente com os Estados Unidos e a Suécia, onde a Gant colocou uma filial. No resto do mundo, passa apenas por distribuidores. Criada em 1949 nos Estados Unidos, a marca foi comprada em 1999 por uma sociedade sueca, que dispôs da licença de fabricação para todo o mundo (excepto para os Estados Unidos). Uma compra efectuada com a ajuda especial da LVMH por intermédio do seu fundo de investimento LV Capital. Depois desta compra a marca reorganizou totalmente a sua presença nos Estados Unidos que segundo Arthur Engel, representa 40% do mercado mundial do “sportswear” chique masculino. «Mas a produção nos Estados Unidos não era na altura da mesma qualidade que na Europa. E a distribuição era muito grande. Não estávamos satisfeitos com este posicionamento e preferimos fechar todas as lojas, para recomeçar do zero», afirma Arthur Engel. A produção é agora efectuada em cerca de 60% na Europa, essencialmente em Portugal e Itália. No total a Gant representa no mundo inteiro um volume de negócios de 310 milhões de euros, 75% dos quais vêm da Europa. Arthur Engel prevê a abertura em 2002 de 25 novas lojas. Este mês abriu uma loja em Oslo, e os outros projectos visam particularmente a Turquia, a Bulgária, o Dubai e a Rússia. Em Portugal a Gant lançou a nova linha Gant Baby, uma versão das peças Gant de adulto, para que os pais encontrem as suas roupas preferidas ao fazer compras para o seu bebé. A nova colecção adere às cores frescas e modernas. E para que todas as compras possam ser efectuadas na mesma loja, a Gant oferece também uma vasta gama de acessórios para bebé.