Início Notícias Moda

Global Fashion debate o legado da moda

A conferência internacional, que a partir de 2021 terá uma periodicidade anual, optou por um formato online para esta edição. Agendada para 21 a 23 de outubro, a Global Fashion Conference contará com a apresentação de mais de 60 trabalhos de investigação e a intervenção de responsáveis dos grupos Hermès, Kering e Deveaux.

[©Global Fashion Conference]

Organizada em colaboração com a Université de la Mode – Lyon 2 e dos centros de investigação ELICO – Équipe de Reserche de Lyon en Sciences de l’Information et de la Communication e LARHRA – Laboratoire de Recherche Historique Rhône-Alpes, a sétima edição da Global Fashion Conference adotou como tema “O legado da moda: passado, presente e futuro”, com tópicos como a sustentabilidade e a transformação da moda europeia num modelo de economia circular nos próximos cinco anos. «Os temas são sempre discutidos entre a organização e os parceiros e centros de investigação», explica Isabel Cantista, presidente da comissão organizadora, ao Portugal Têxtil, sublinhando, contudo, que há, habitualmente, questões transversais, como é a sustentabilidade e a interdisciplinaridade.

Além das intervenções nos diferentes painéis, serão ainda apresentados, em sessões paralelas, mais de 60 trabalhos de investigação, incluindo dois trabalhos  de investigadores da Universidade da Beira Interior: “Browsing clothing with senses: A sensorial brand experience concerning visually impaired consumers” (21 de outubro, entre as 11h30 e as 12h45, na sessão “21.1: Emotions & experiences)  e “Co-creation fashion brands: a case study” (21 de outubro, entre as 13h45 e as 15h15, na sessão “21.8: Collaboraration and co-creation”).

Isabel Cantista

Está também prevista a entrega de dois prémios – um para o melhor trabalho de investigação em inovação e outro para a investigação na sustentabilidade –, selecionados por um júri internacional composto por Simone Guercini, da Universidade de Florença, Robert van de Kerkhof , diretor comercial da Lenzing, e Margarida Cardoso, jornalista do Expresso.

«São prémios que já tínhamos anunciado e que vão passar a existir em cada edição da Global Fashion Conference», afirma Isabel Cantista, que revela que, a partir de 2021, «esta conferência vai ser anual», em vez de acontecer de dois em dois anos, como era habitual até agora.

A próxima edição, de resto, tem já parceiro: a Academia de Belas-Artes de Varsóvia (Akademia Sztuk Pięknych w Warszawie). «No segundo dia desta edição da Global Fashion Conference vai haver uma intervenção para convidar as pessoas para a conferência de 2021 e será anunciado o tema», adianta Isabel Cantista.

A história para impulsionar o futuro

Nesta edição, que se realiza de 21 a 23 de outubro, o veículo, por força da pandemia, será o online. Num formato misto, a conferência terá momentos de transmissão em direto e outros com vídeos gravados previamente, que «vão ser disponibilizados num canal de YouTube criado propositadamente», refere a presidente da comissão organizadora.

Margarida Cardoso [©Global Fashion Conference]
Para assistir às diferentes intervenções é necessário uma inscrição, que pode ser efetuada até amanhã, 20 de outubro.

Entre os oradores contam-se Pascal Morand, presidente-executivo da Fédération de la Haute Couture et de la Mode, Dominique Jacomet, administrador da Euratex, Pascale Gorguet-Ballesteros, curador do museu francês de moda Palace Galliera, e Géraldine Vallejo, diretora dos programas de sustentabilidade do grupo Kering.

Num painel sobre “Técnicas, tecnologias e know-how”, Xavier Lépingle, CEO da Hermès Textiles, irá centrar-se na transmissão do conhecimento, nomeadamente na academia criada pelo grupo, e no património em tecidos e cores de milhões de referências que a Hermès tem e que, com a digitalização, estão disponíveis para toda a equipa criativa da casa de moda.

Já no painel dedicado à “Inovação e sustentabilidade: o legado da moda para o futuro”, moderado por Kim Picard-Chaïbi, diretor de inovação do cluster francês Techtera, o presidente do grupo Deveaux, Thibaud van Tschammer, irá sublinhar a importância das máscaras reutilizáveis no âmbito desta pandemia face às alternativas descartáveis e poluentes.

Dominique Jacomet

Odile Prémel, responsável do património da Chanel, incluindo vestuário, joias e perfumes, e Yumiki Hayashi, responsável do património da Sonia Rykiel, irão revelar como estes legados são fundamentais para a preservação dos valores das respetivas marcas, como são conservados e também qual o seu papel na crescente digitalização do negócio.

O programa completo pode ser consultado online, no website da Global Fashion Conference.