Início Arquivo

Golfwear quebra códigos do vestuário

A moda do sportswear retro estÁ a impulsionar o desenvolvimento do vestuÁrio de golfe. Os artigos inicialmente concebidos para este desporto, como por exemplo o pólo, regressam em força ao guarda-roupa actual num piqué de algodão ou num xadrez escocês. Um desporto chique revisitado que muito parece agradar aos jovens urbanos adeptos das últimas tendências de moda. As marcas de desporto e novos actores do golfe surfam sobre esta onda e os pontos de venda dedicados ao golfwear multiplicam-se, com uma abordagem inédita à moda. HÁ 10 anos atrÁs, o fenómeno atraiu a atenção da Puma. A marca lançou uma primeira colecção com a colaboração de Johan Lindberg, um ex-Diesel, que se tinha lançado no vestuÁrio e equipamento para a prÁtica de golfe em 1995. O resultado foi um sucesso: grafismos, cortes e cores inspiradas na moda urbana e concebidos com materiais técnicos adequados para os esforços desenvolvidos no green. Uma oferta completa, combinada com sacos e sapatos e destinada tanto ao género masculino como feminino. Desde o ano transacto, as linhas golfe da Puma decoram não só as lojas Puma mas também numerosos pontos de venda de vestuÁrio lifestyle. O objectivo da marca era quer desenvolver a rede do desporto e do golfe quer a rede da moda. No próximo Outono, serÁ lançada no circuito comercial uma nova linha, assinada pelo golfista Johan Edfors e o actor Luke Wilson. A Golf Chrome Edition utiliza a lã merino numa colecção envolvida por uma brisa citadina conferida por gravatas finas e calçado urbano, tudo com um espírito dos anos 50. HÁ um lacuna a colmatar, pois muitos jovens jogadores não têm forçosamente vontade de se vestir de forma clÁssica e convencional», afirma um responsÁvel da Puma. Não se trata de ir contra tudo aquilo que foi feito até hoje mas antes propor, em cada estação, uma colecção que alia performance e lifestyle, tendência e modernidade». Outro actor-chave do golfwear e o rei do tenniswear, isto é, a marca Lacoste, omnipresente neste desporto na moda: o fundador da marca, René Lacoste, foi casado com Simone Thion de la Chaume, campeã de golfe e vencedora do US open; a família Lacoste é proprietÁria do campo de golfe da Chantaco, perto de Biarritz; e a marca do crocodilo patrocina a Federação Francesa de Golfe e numerosos torneios relevantes deste deporto. No entanto, a Lacoste não oferece ainda uma gama específica e técnica para os praticantes. Não quer dizer que não reflectimos nisso. Para jÁ, os nossos clientes encontram resposta às suas necessidades nas nossas gamas sport e sportswear», A última “vítima” do golfe foi a estilista Stella McCartney, que integrou na sua colecção de Primavera-Verão 2008 para a Adidas vestuÁrio e calçado para este desporto. Uma reinterpretação do pólo, uma gabardina curta, tonalidades suaves e urbanas abrilhantam uma oferta para usar dentro e fora do green. Constatamos progressões de 20% ao ano no golfwear nos últimos quatro a cinco anos», conclui Bertrand Lefèvre, director comercial da Nike Golf para França, Bélgica e ItÁlia.