Início Arquivo

Guerra no Iraque pode prejudicar ITV

Um elevado número de exportadores de têxteis e de vestuário tornaram claro que a recente guerra com o Iraque irá certamente ter um impacto negativo nos negócios, especialmente devido ao aumento dos custos e no atraso das encomendas dos países importadores. Após ter caído no início da passada semana, o preço do petróleo começou a subir após terem surgido notícias de que alguns poços foram incendiados. A volatilidade do petróleo reflecte as futuras dificuldades em prever o actual impacto da nova guerra entre os Estados Unidos e o Iraque. Os preços do petróleo começaram a cair após George W. Bush ter anunciado o primeiro ataque lançado ao Iraque. Qualquer aumento nos preços do petróleo poderiam resultar num aumento dos custos energéticos, com um possível posterior aumento dos preços do poliéster. Os produtores de têxteis e vestuário estão já a enfrentar um aumento dos custos do material e da energia o que os força a reduzir as margens ou a reduzir a produção, no sentido de evitar perdas financeiras. Tudo vai depender da duração do conflito, explicaram em vários países alguns profissionais têxteis asiáticos. Um rápido sucesso dos Estados Unidos, poderá resultar numa grande repercussão na confiança dos consumidores americanos nos Estados Unidos e possivelmente na Europa, reforçando por isso as encomendas de ambas as zonas. Todavia, uma guerra de três meses poderá deprimir gravemente a procura global dos têxteis e vestuário enquanto aumenta os custos energéticos e levar os países ocidentais a uma depressão económica. A curto prazo, são já esperados custos elevados de exportação, que aumentaram devido à possível subida dos preços do petróleo e dos prémios dos seguros. As rotas de transporte entre o Golfo e o Extremo Oriente podem ser interrompidas mas, as expedições do Médio Oriente para a costa ocidental dos Estados Unidos não serão, no entanto, afectada. Os exportadores temem inicialmente algum aumento nos custos materiais como resultado do aumento dos preços do petróleo. No Paquistão, a associação das indústrias de têxteis e de vestuário, APTMA, pediu ao governo uma redução dos custos do poliéster cortando urgentemente as taxas de importação. Mais importante, os exportadores confirmaram uma elevada série de encomendas que foram já canceladas enquanto os transportes sofreram também algum atraso. Na Indonésia, a guerra com o Iraque foi considerada como tendo um impacto negativo, apenas alguns meses depois da explosão em Bali ter diminuído as encomendas. Nas Filipinas o atraso em várias encomendas foi confirmado por Donal Dean presidente da Confederação de Exportadores de Vestuário (CONGEP). No Bangladesh os produtores de vestuário também registaram uma queda nas encomendas, tendo acumulado também stocks de fios e tecidos antecipando um aumento dos preços das fibras. O Dubai deverá ser o local mais afectado, após as exportações terem já descido em 2002 antes da ligeira recuperação desde o início do ano.