Início Notícias Têxtil

HD Wool reforça lã regenerativa

A especialista em isolamento em lã HD Wool e o Savory Institute anunciaram uma parceria para levar a lã proveniente da criação regenerativa de ovelhas do programa Land to Market a mais marcas, produtores e consumidores um pouco por todo o mundo.

[©HDWool]

A HD Wool. fornecedora de isolamento para vestuário em lã rastreável, natural e biodegradável, juntamente com uma lista crescente de marcas do Land to Market, que inclui a Eileen Fisher, a Timberland e o grupo Kering, pretende facilitar o acesso aos consumidores a lã mais sustentável.

Segundo o comunicado do Savory Institute, este será o primeiro modelo britânico de lã regenerativa empenhado em apoiar os produtores com uma nova rota para o mercado, ao mesmo tempo que dá, às marcas, soluções de sourcing regenerativas – isto é, que visam regenerar e manter todo o ecossistema, tendo em conta aspetos económicos, éticos e de igualdade social – e opções de compra mais dinâmicas aos consumidores.

«Fornecemos isolamento técnico em lã para qualquer pessoa que defina qualidade além do que pode ver e tocar e que esteja consciente do seu impacto ambiental», salienta Jo Dawson, CEO da HD Wool.

David Rizzo, diretor de operações do Land to Market, afirma que a parceria com a HD Wool é um passo vital para o programa, numa altura em que está a aumentar a sua base de membros e a procurar dar mais soluções de lã rastreável às marcas. «Temos trabalhado de perto com a HD Wool e o 3LM, um centro do Savory Global Network, há quase dois anos para formalizar esta parceria, por isso chegar a este ponto é um marco considerável para escalar o programa e acelerar a entrada de uma maior oferta regenerativa no mercado», acrescenta Rizzo.

[©Savory]
Enquanto membro do programa Land to Market, a HD Wool está a investir no aumento da capacidade e em alinhar-se com os parceiros em valores partilhados, desde a capacidade de separar tipos de lã a trabalhar com empresas de processamento da matéria-prima para manter os atributos ao longo da cadeia de valor. Em contrapartida, a Land to Market está a ligar a HD Wool com produtores de lã com terrenos regenerativos e verificados com base no Ecological Outcome Verification, um protocolo de monitorização da terra do Savory Institute que foi lançado em cerca de 810 mil hectares em todo o mundo.

O compromisso para com o sourcing de matérias-primas obtidas por sistemas regenerativos tem ajudado a indústria têxtil a ir além da sustentabilidade e a adotar métodos que ajudam a capturar carbono, a armazenar água, a aumentar a biodiversidade e a regenerar o ecossistema planetário.

«A HD Wool está a resolver a necessidade de inovar do mercado de vestuário com isolamento ativo natural, sem microplásticos, com o benefício essencial do sourcing regenerativo», adianta Dawson. «Isto ajuda as marcas de moda e de vestuário outdoor a dar aos seus clientes o poder de compra para fazerem mudanças positivas para as suas paisagens e para os seus produtores locais», explica.

[©HDWool]
O Savory Institute facilita a regeneração a grande escala dos pastos mundiais através de uma gestão holística. Dá a agricultores e criadores de gado em todo o mundo formação e apoio na implementação para conseguirem ter sucesso nos seus contextos ecológicos e culturais. O objetivo do Savory a longo prazo é influenciar positivamente a gestão de mais de 800 milhões de hectares de pastos até 2025, contribuindo para a proteção do clima mundial e segurança alimentar.

O programa Land to Market existe sobretudo para criar novas oportunidades e correntes de valor para os produtores e para dar aos consumidores uma maior transparência e permitir-lhes tomar decisões de compra que criem resultados positivos ao nível ambiental.