Início Destaques

Heimtextil sob o signo do otimismo

A próxima edição da Heimtextil chega já no início de 2021. A feira internacional de têxteis-lar vai sofrer algumas alterações na estrutura do programa e, mesmo com a atual pandemia, o certame tem já 95% do espaço habitual ocupado.

Lasa

De 12 a 15 de janeiro, Frankfurt vai receber mais uma edição da Heimtextil. E, apesar de todas as incertezas que a disseminação do Covid-19 trouxe para o futuro das feiras, o cenário está a revelar-se «otimista» com uma grande procura. «Embora seja difícil fazer previsões de momento, esperamos estar aptos para oferecer, aos atores internacionais do sector, um ambiente positivo e de primeira qualidade para os seus negócios em janeiro de 2021», afirma Olaf Schmidt, vice-presidente para a área têxtil da Messe Frankfurt.

«O facto de mais de 95% do espaço estar reservado comparativamente com a última Heimtextil faz-nos sentir muito otimistas. Esperamos que o número de empresas com dificuldades por causa da crise seja muito baixo. Contudo, nesta fase inicial, o número muito bom de registos e a concentração de participantes da indústria na feira dá-nos uma motivação incrível», destaca o vice-presidente.

Olaf Schmidt

Mesmo com todo o receio provocado pela pandemia, as previsões apontam para que o contacto direto com o produto seja a motivação necessária para que as pessoas queiram reunir fora dos ecrãs. «Estamos convencidos de que as pessoas vão continuar a querer encontrarem-se pessoalmente para trocar produtos, talvez mais ainda depois da crise deste ano, os contactos pessoais são o melhor requisito para um bom negócio a longo prazo. As ofertas virtuais podem, claro, complementar a comunicação global, mas as reuniões pessoais e a experiência do toque, especialmente para a indústria têxtil vão permanecer essenciais», acredita Olaf Schmidt.

Organização «clara e concisa»

Com o objetivo de melhorar a organização dos certames destinados a vários públicos-alvo de forma clara e concisa, a Heimtextil restruturou o programa da feira que passará a concentrar-se em apenas três áreas: “Show”, “Trend” e “Conference”. Estes são agora os três elementos principais da feira, sendo que o “Show”, localiza-se no hall de 3 a 12 e engloba a apresentação dos produtos dos expositores internacionais. Os participantes podem ainda conhecer todos os espaços em foco na feira através de visitas guiadas dos especialistas que os vão encaminhar para as áreas de interesse.

Trend Council

O elemento “Trend” no hall 3.0, como o próprio nome indica, é responsável pelas tendências e pelas previsões de mercado, com uma apresentação global única com oportunidades e inspirações tendência. Esta vertente vai desvendar as cores, materiais e o design da próxima estação, com a preparação de Anja Bisgaard Gaede e da respetiva equipa SPOTT Trends & Business.

A componente “Conference” agrupa várias conferências, workshops e debates, que assentam em cinco temáticas distintas. As apresentações de móveis vão decorrer no hall 8.0 no DecoTeam, assim como muitas outras: “Textile Technologies” no hall 3.0, “Design Dialog” no hall 4.2, “Sleep” no hall 11.0 e “Green” também no hall 11.0.

Como já vem sendo habitual, a Heimtextil vai continuar a abordar a temática da sustentabilidade com o “Green Village” e o “Green Directory”, que vão fornecer informações sobre esta temática ambiental.

Líderes internacionais

O salão de têxteis-lar vai reunir as plataformas líderes internacionais em design têxtil e de paredes com a «maior variedade do mundo» de revestimentos e papel de parede no hall 3.1. Grandeco Wallfashion Group (Bélgica), Graham & Brown (Reino Unido), Komar (Alemanha) e a Zambaiti Parati (Itália) são alguns dos nomes internacionais já confirmados para o evento. Até ao memento, estão registados 200 designers têxteis internacionais no Hall 3.0, para revelar as respetivas propostas.

O segmento “Decorative & Furniture Fabrics” integra uma seleção de tecidos para móveis e estofos com couro ou imitações de couro. Os principais produtores internacionais, como é exemplo o Tessutica/Beaulieu International Group (Bélgica), Manifattura Tessile Di Nole (Itália), Dina Vanelli (Turquia) e Fancisco Jover (Espanha), vão estar representados no Hall 4.0 e 4.1. Em destaque no hall 4.2 estão as alemãs Leder Fiedler e a Trevira, para uma apresentação internacional conjunta.

Os acessórios decorativos como cortinas, tecidos e tapetes vão ser exibidos no hall 8.0, onde serão introduzidas novas gamas de produtos, incluindo a coleções de tecidos para decoração da Baumann Dekor (Áustria), Eustergerling Textile Group (Alemanha), N.V. Wind (Bégica), S.I.M.T.A. (Itália) e muitos outros.

O hall 9.0, correspondente à área “Beautiful Living”, abrange produtos tendência de lifestyle como almofadas decorativas, cobertores, colchas, toalhas de mesa. Neste espaço, vão ser reveladas as novidades de várias empresas como as portuguesas A. Ferreira & Filhos e Narciso Pereira Mendes Herd.

A Heimtextil vai também liderar no que diz respeito aos produtos de cama, que vão estar expostos no Hall 11, com várias inovações da Traumina (Alemanha), John Cotton Group (Reino Unido), Lenzing (Áustria) e MITSA Manufactures Industrials (Espanha).

A Lameirinho e a Miguel Antunes Fernandes Unipessoal vão integrar o segmento “Fashion and Home”, que terá lugar no hall 12.1 e vai funcionar como uma plataforma para o private label, sendo a ponte de contacto entre as marcas e vários compradores.

A oferta asiática é diversificada com empresas provenientes da Índia, Paquistão e Bangladesh e estende-se pelos halls 6.1, 6.0, 6.2, 10.2, 10.1 e 10.

Lameirinho