Início Notícias Mercados

Hey Twelve: criatividade na espinha

A Hey Twelve, marca própria apresentada pelo estúdio de design lisboeta Twelve Four Haus, deu recentemente a conhecer a “The neighborhood type”, uma coleção de lenços femininos verdadeiramente globetrotter.

Mónica e Paulo Albuquerque, os pais do estúdio de design Twelve Four Haus, estão empenhados no crescimento da marca Hey Twelve, que serve de montra para os produtos desenvolvidos pela dupla de criativos. A coleção de lenços de seda “The neighborhood type” é o primeiro rebento da marca.«Os lenços foram desenhados para satisfazer uma necessidade constante de comunicar e de chegar às pessoas», explica Mónica Albuquerque ao Portugal Têxtil.

Cada um dos 26 modelos convida a uma viagem pelos bairros mais característicos de vários pontos do globo – Akihabara, Tóquio; Bairro Alto, Lisboa; Covent Garden, Londres; Darling Harbour, Sidney e Friedrichshain, Berlim inspiraram o design de alguns dos lenços da coleção e, como tal, batizaram os modelos. «Todo o design foi desenvolvido pela Twelve Four Haus, desde o tipo de letra presente nos lenços ao website da marca, incluído o branding e a fotografia», afirma Mónica Albuquerque.

A ideia descolou numa viagem ao Japão e, desde então, houve vontade de fazer uma linha de produtos que transmitisse a experiência da dupla. A pureza e a singularidade da cultura nipónica só poderiam ter expressão nos lenços femininos. «A nossa vontade de fazer um projeto que abrangesse várias culturas e que, ao mesmo tempo, as unificasse foi o mote para dar início a uma viagem pelos bairros mais característicos de vários pontos do mundo. O foco está na representação através das cores, das texturas e da alma inerente em cada um destes bairros», revela Mónica Albuquerque.

Estampados digitalmente sobre seda 100% natural, os lenços, «devido ao método de produção e ao acabamento manual», posicionam-se no segmento do luxo e estão à venda na loja online da marca por 240 euros. Para conseguir «um aumento de produção, mantendo a qualidade, mas um preço mais acessível para o consumidor final», a Hey Twelve está a tentar chegar a um acordo com outras empresas, sendo que a produção dos modelos tem vindo a ser subcontratada a duas empresas nacionais – uma para a estamparia e outra para acabamentos.

«Temos tido um ótimo feedback por parte do público que já nos conhece, tal como o aparecimento em algumas publicações e blogs sobre design, o que nos incentiva a apostar mais neste género de produtos», destaca a cofundadora ao Portugal Têxtil.

Os lenços foram a coleção inicial da Hey Twelve, que poderá ramificar-se para outros tipos de acessórios e produtos de design ou, claro, novas edições. «Estamos a tentar perceber a resposta do público a este tipo de produto a longo prazo. Se continuar a manter-se, poderão surgir brevemente novas edições», conclui Mónica Albuquerque.