Início Notícias Tendências

Homem relaxa em 2021

As tendências apontadas pelo WGSN para o outono-inverno 2020/2021 revelam uma moda masculina mais descontraída e cómoda, com o vestuário formal a assumir linhas menos estruturadas. Os tecidos e malhas embarcam nesta direção do conforto e as cores clássicas ganham relevância.

No primeiro avanço para o que serão as coleções de moda para homem no início da nova década, o conforto é a palavra-chave, segundo o WGSN. Das saídas à noite ao vestuário para usar no escritório, o importante é estar cómodo e pronto para qualquer situação.

Cores sóbrias

As cores para o vestuário de homem do outono-inverno 2020/2021 derivam da paleta de cores geral apresentada pelo WGSN.

Os tons inspirados na decoração de interiores são usados para peças mais refinadas e intemporais. Os neutros são combinados com tons médios retirados do mármore, criando uma sensação moderna mas, ao mesmo tempo, histórica.

Tonalidades mais escuras, como castanho, preto e trufa, são combinadas com tons mais vivos mas suaves, como laranja e roxo, no activewear. O ADN das marcas de outdoor será conjugado com o streetwear através da utilização de cores mais dinâmicas, como lima.

As tonalidades clássicas ganham nova relevância graças à chegada do streetwear às passerelles, enquanto novos matizes de castanho, mais outonais, atribuem uma qualidade retro e, ao mesmo tempo, futurista, ao vestuário masculino.

Tecidos e malhas confortáveis

Para 2021, o WGSN antecipa um paralelo de novos e velhos têxteis para homem, onde o sourcing sustentável, a inovação em fibras e a tecnologia digital é equilibrada por um renascer do vintage e da história.

Acolchoados, pelos e temas barrocos vão conjugar-se nos têxteis, incluindo flanelas e veludos entre as preferências. Os tecidos técnicos, não só no vestuário de performance mas em peças pensadas mais para o quotidiano, os aspetos de borracha e as texturas geradas pela reciclagem fazem igualmente parte das tendências.

Os padrões vão tornar-se mais compactos e modernos, com construções reversíveis, o xadrez vai assumir uma atitude mais jovem, com efeitos óticos duplos e fios texturados, os estampados são desgastados e os materiais semitransparentes irão funcionar como segundas-peles técnicas.

As malhas, por seu lado, vão imitar os tecidos tradicionais e inspirar-se na arquitetura para criar entrançados tradicionais mas, ao mesmo tempo, contemporâneos. O casualwear será atualizado com camadas de malhas e camisolas polares, tingidas em cores neutras suaves. Os blocos modulares, inspirados nas mantas de retalhos, vão traduzir-se em camisolas casuais para o exterior.

As estruturas em rede e os micropadrões vão ser fundamentais para malhas desportivas e a tendência sustentável vai alimentar o upcycling de malhas em stock para criar novas peças de vestuário, usando técnicas de patchwork.

No que respeita aos conceitos do vestuário de homem, o WGSN dividiu-os, tal como nas propostas de criança, em três tendências: Reconstructed Legacy, Tech-tility e Considered Comfort.

Reconstructed Legacy

Os homens gostam normalmente da ideia de saber a origem das coisas, por isso esta tendência, que se foca em trabalhar sobre os clássicos para estilos de vida modernos, adequa-se naturalmente.

O conceito das marcas de outdoor evolui para um look mais clean e relativamente urbano para 2021, com tecidos técnicos a serem usados em conjugação com padrões mais vintage.

A cultura jovem e de videojogos dos anos 70 e 80 regressa sob a forma de elementos volumosos e silhuetas largas e o estilo punk vai ser aprimorado, imiscuindo-se em peças mais clássicas, como blazers, através de pins, emblemas e estampados.

Peças em denim são refeitas e reaproveitadas para criar novos designs, conjugadas com outro tipo de materiais, o mesmo acontecendo com peças vintage.

Tech-tility

O menswear é o mercado natural para os designs híbridos, que combinam o real e o virtual, o que torna esta tendência essencial para o segmento masculino.

Riscas, xadrezes tradicionais e lisos, usualmente usados no vestuário formal, são transpostos para peças mais desportivas, para criar neoclássicos. Os fatos e coordenados elegantes vão ganhar vida para além do escritório, surgindo também como opções para o fim de semana.

Os temas da exploração espacial, nomeadamente os fatos dos astronautas, vão influenciar o vestuário masculino, mas em peças pensadas para as viagens do dia a dia.

Vestuário exterior transparente, padrões galácticos, efeitos metálicos e camuflagem futurista fazem igualmente parte desta tendência, assim como peças derivadas de designs de inteligência artificial e inspiradas em vestuário de trabalho.

Considered Comfort

Esta tendência é impulsionada por uma crescente mudança nas expectativas dos consumidores, focados em vestir-se de forma mais descomplicada. Quer estejam em casa, no trabalho ou numa saída à noite, o mais importante é estarem confortavelmente bem vestidos em todas as ocasiões.

O estilo urbano atualiza o vestuário de escritório, com linhas simples e construções relaxadas em proporções contemporâneas. O vestuário de trabalho, de resto, continua a evoluir. Acabamentos, tecidos e acessórios artesanais criam peças luxuosas, mas acessíveis e confortáveis.

Os têxteis assumem textura e o minimalismo dos anos 90 regressa, sobretudo em peças confortáveis para usar em casa, mas que ganham formas mais estruturadas. Este minimalismo adquire ainda contornos futuristas em coordenados tom-sobre-tom ou numa única cor, incluindo sportswear combinado com clássicos intemporais.

Por outro lado, o impacto da pop art e do dadaísmo são relembrados com motivos repetidos, estampados fotorrealistas e pinturas, que podem ser usados para peças mais fortes.