Início Notícias Retalho

Ikea lança linha infantil em defesa dos oceanos

A nova coleção da Ikea pretende alertar os mais novos para a importância da preservação dos oceanos. Abrangendo peluches, têxteis e arrumação, a gama de artigos da Blåvingad contém, na sua composição, poliéster reciclado obtido a partir de plástico recolhido em praias.

[©Ikea]

O mote para esta coleção da Ikea foi dado pelo Kids’ Advisory Panel 2022, que revelou a grande preocupação das crianças em relação à poluição do oceano e com a segurança dos animais marinhos.

Este estudo revela que as crianças com idades entre os 4 e os 14 anos preocupam-se que as suas criaturas marinhas favoritas, como os golfinhos e as baleias, estejam a ficar doentes por comer plástico, podendo levar à sua extinção prematura. As crianças querem que os adultos tenham em consideração os seus receios, porque cuidar do oceano é vital para o planeta.

«Sabemos o quanto as crianças se preocupam com o ambiente, especialmente em cuidar dos nossos oceanos, por isso queríamos criar uma coleção que fosse divertida, mas que também sensibilizasse para o tema», explica Jorge Henaine, Product Design Developer da Ikea.

Inspirada nos oceanos e nos animais marinhos, a coleção limitada Blåvingad da retalhista sueca pretende alertar os mais novos para a importância da preservação do oceano, que também é a nossa casa. A mensagem concretiza-se através dos artigos que dão passos pequenos, mas importantes para se tornarem mais sustentáveis. Desde peluches e

[©Ikea]
enchimentos das almofadas até tapetes e arrumação, os diversos artigos da nova oferta da Ikea contêm na sua composição poliéster reciclado feito a partir de plástico que teria o oceano como destino provável e que foi recolhido em áreas até 50 quilómetros para o interior das linhas costeiras.

«Não podemos ficar alheios às preocupações das crianças, que estão atentas à ameaça sobre os oceanos e sobre os que nele vivem. Esta coleção, à semelhança do que já vimos a fazer há algum tempo, é sustentável e contém poliéster reciclado, feito a partir de plástico recolhido junto da linha de costa e que, de outra forma, iria poluir os oceanos. Ao mesmo tempo, promovemos a brincadeira entre os mais novos e as suas famílias, de forma a didática e divertida», considera Ana Barbosa, responsável de sustentabilidade da Ikea Portugal.