Início Arquivo

Imaturidade do mercado português

Segundo um estudo do Boston Consulting Group (BCG), Portugal e Espanha têm dos mais elevados graus de concentração dos fornecedores no comércio electrónico, realizando os dez maiores retalhistas 83% e 73% das vendas, respectivamente. Os primeiros cinco geraram, em Portugal, 63% das vendas. Este é um sinal de imaturidade do mercado português, dado que a tendência mundial sugere que o grau de concentração diminui com a maturidade do mercado. Por exemplo, nos Estados Unidos o peso dos dez maiores retalhistas online diminuiu de 50% no primeiro semestre de 1998 para 43% no segundo semestre. O nível de penetração do comércio electrónico junto dos utilizadores da Internet no mercado ibérico é dos mais baixos da União Europeia: Portugal está nos 7%, a Espanha nos 9%, contra 18% do Reino Unido, 40% da Suécia e 39% dos Estados Unidos. Na altura de realização do estudo, a Espanha contava com cerca de 1.900 lojas virtuais, enquanto Portugal se ficava pelas 200. Este panorama sofreu alterações em Portugal a partir de Outubro do ano passado, com o anúncio de vários investimentos significativos nesta área. A reduzida procura e a fraca qualidade da oferta são apontados como obstáculos ao desenvolvimento do comércio electrónico nestes países. Talvez por estas razões, Portugal e Espanha são considerados países com grande potencialidade de crescimento.