Início Arquivo

Importação de algodão no Brasil baixa 60%

Alguns industriais revelaram que várias empresas têxteis adiaram ou cancelaram as suas importações de algodão, e substituíram-no por algodão nacional, devido à valorização do dólar americano. A Santista Têxtil diminuiu as suas importações em 50%, enquanto a Vicunha Nordeste, começou a adquirir algodão em rama do Mato Grosso. A Vicunha consome 130.000 toneladas por ano e em 2002 vai importar somente 10% desse total, comparado com os 50% de 2000. Do mesmo modo, a Fiação Karsten, sediada no estado de Santa Catarina, assinou um contrato de aquisição de algodão também de Mato Grosso. Quanto à Conab, (Companhia Nacional de Abastecimento) vai produzir 916 000 toneladas de algodão em 2002, comparada com as 700 300 toneladas produzidas este ano. As importações do sector vão baixar cerca de 60%, para 120 000 toneladas, ou 142 milhões de dólares (31 milhões de contos). No que diz respeito a 2000, o sector importou cerca de 322 milhões de dólares (71 milhões de contos).