Início Destaques

Intercolor define cores do inverno 20/21 no Porto

A plataforma internacional Intercolor, que reúne representantes de organismos nas áreas da moda, vestuário, têxtil, design e cor de 16 países de três continentes, estará no Porto de 21 a 24 de novembro para acertar as propostas de cor do outono-inverno 2020/2021.

A Invicta foi a cidade selecionada para a reunião do Intercolor, com a sede da Anivec – Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção, que é o membro oficial português desde 1990, a acolher as reuniões de representantes de Portugal, França, Grã-Bretanha, Itália, Espanha, Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Hungria, Suíça, Japão, Coreia, Tailândia, Turquia, China e EUA de onde sairão as tendências de cor para o outono-inverno 2020/2021.

«Esta é uma ferramenta cada vez mais imprescindível para a indústria de vestuário e da moda portuguesa, que recebe atempadamente inputs para elaborar as suas coleções para essa estação», afirma, em comunicado, César Araújo, presidente da Anivec.

Nos últimos anos, o sector do vestuário tem apostado fortemente em gabinetes de design internos de forma a corresponder às exigências globais. «Torna-se, por isso, fundamental trabalharmos na antevisão das tendências e não no improviso, porque só assim estaremos à altura de antecipar a moda», acrescenta o presidente da Anivec.

A proposta portuguesa

Sob o mote “Generations Colour/Colour Generations”, que irá dominar as tendências de cor para a estação fria daqui a dois anos, o Modatex – Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário, Confecção e Lanifícios, que é o parceiro técnico escolhido pela Anivec para esta área, trabalhou nos valores nacionais e estilos de vida para definir as propostas de cores nacionais.

«Quando começamos a trabalhar com a temática “Generations Colour/Colour Generations”, a primeira coisa que fizemos foi recolher informação sobre o Zeitgeist, isto é, selecionar de entre os indícios que o futuro atira para o presente, signos culturais que nos indiquem como é que as diferentes gerações, que coabitam na atualidade, irão manipular a cor daqui a dois anos. Apurámos que, ainda que com motivações distintas, as buscas e necessidades das diferentes gerações são simultaneamente diferentes e semelhantes. No que toca à previsão de cores, os matizes vibrantes poderão ser objeto de desejo, por serem completamente opostos aos tons despigmentados, tão alinhados com a ética do futuro», explica José Manuel Castro, presidente do Modatex.

A primeira parte do congresso da Intercolor será marcada pela apresentação das propostas dos vários membros, incluindo a portuguesa, a que se seguirá um debate das tendências e a análise dos pontos comuns entre as várias propostas, que posteriormente dará origem à paleta de cor que será a base de inspiração para as coleções do outono-inverno 2020/2021.

Empresas nacionais envolvidas no debate

O primeiro dia (21 de novembro) deste congresso ficará marcado, por isso, pela apresentação, a partir das 14h15, das diferentes propostas de cada país-membro, num evento gratuito e aberto ao público (mediante inscrição prévia através do email paula.costa@anivec.com).

A apresentação é antecedida por uma introdução sobre a Intercolor, a cargo de Bruno Mineiro, vice-presidente da ANIVEC, e de uma mesa redonda, moderada por Dolores Gouveia, consultora de tendências, design e marketing, que junta Joana Jorge, project manager da ModaLisboa, Rui Miguel, professor da Universidade da Beira Interior, José Manuel Castro, presidente do Modatex, e Ana Silva, diretora de sustentabilidade da Tintex.

O encerramento deste primeiro dia contará ainda com intervenções de Niels Holger Wien, presidente da Intercolor, e César Araújo, presidente da Anivec.

Fundada em 1963 por Fred Carlin (França), Milo Legnazzi (Suíça) e Yasuo Inamura (Japão) e atualmente com sede em Paris, a Intercolor é uma plataforma internacional e interdisciplinar de pesquisa e desenvolvimento da cor. Reúne-se duas vezes por ano em congresso com o objetivo de unificar as tendências para as indústrias têxtil, de moda e design para cada estação.

A última vez que o congresso da Intercolor esteve em Portugal foi em 2012, em Guimarães, integrada na programação da Capital Europeia da Cultura.