Início Arquivo

Investimento Directo Estrangeiro ultrapassa os 4.000 milhões de contos

O Investimento Directo Estrangeiro em Portugal (IDE) ultrapassou os 4.000 milhões de contos no ano 2000, o que significa um crescimento de 63% em relação ao ano anterior, noticiou o semanário Expresso. Note-se que o IDE de 2000 é dez vezes superior ao registado em 1994. Nessa altura o investimento não foi além dos 344 milhões de contos. De acordo com os dados provisórios do Banco de Portugal espera-se uma recuperação do IDE, depois da forte quebra ocorrida até meados da década de 90. Retirados os fluxos de capitais que aumentam a rubrica do desinvestimento (3.186 milhões de contos), verifica-se que o investimento líquido ascendeu a 819,2 milhões de contos, o maior de sempre registado em Portugal. As previsões do Ministério da Economia dão conta que o ano de 2001 confirmará esta tendência de recuperação.