Início Destaques

ISHT aponta direções para 2021

“Bound” é o tema que irá dominar as propostas para a casa do próximo ano. Numa parceria entre a Intertextile Shanghai Home Textiles e o gabinete de tendências NellyRodi, a feira chinesa de têxteis-lar, que se realiza de 24 a 26 de agosto, sublinha a importância de nos voltarmos a conectar com o mundo.

No regresso possível à normalidade, a Intertextile Shanghai Home Textiles (ISHT) continua a fazer preparativos a boa cadência, numa altura em que as inscrições prosseguem a bom ritmo.

«2020 foi um ano de mudanças sem precedentes e uma altura desafiante para os negócios da nossa indústria. Do nosso lado, a Messe Frankfurt e os nossos coorganizadores estão a fazer tudo o que é possível para garantir um ambiente seguro aos participantes, assim como fornecer a plataforma ideal para as empresas retomarem e descobrirem as novas oportunidades que esta crise trouxe», afirma Wendy Wen, diretora-geral sénior da Messe Frankfurt (HK).

Cozy Warmth

«Enquanto ponto de encontro para a indústria mundial, a feira será uma ocasião de captar oportunidades de negócios no resto do ano, mas também em 2021, assim como com a ajuda do fórum de tendências. A Intertextile Shanghai Home Textiles, que terá lugar de 24 a 26 de agosto, será um dos primeiros eventos internacionais de grande escala para sector da casa e hotelaria desde a Heimtextil, que ocorreu em janeiro, por isso esperamos que a indústria mundial aproveite esta oportunidade para se reconectar, recalibrar e tirar o máximo proveito do que resta do ano de negócios e do ano que aí vem também», acrescenta Wendy Wen.

Três tendências para a casa

Sob o tema Bound, o fórum de tendências, que estará em destaque na próxima ISHT, pretende sublinhar a importância de recriar as ligações num mundo em mudança radical, de acordo com a atual situação.

«Temos de reestabelecer o diálogo entre culturas e gerações. Redescobrir a harmonia entre o homem e a natureza. Reconstruir as pontes que juntam passado e presente. Repensar a ligação entre humanos e a tecnologia», resume.

As tendências foram estabelecidas por um comité liderado pela agência NellyRodi e com a participação de especialistas como Vincent Grégoire, Carlotta Montaldo, Studio NOCC, Juliette Lamarca e Shen Lei.

Dentro do tema, foram avançadas três direções: Cozy Warmth, Past Future e Bold Clash.

Cozy Warmth

As cores são suaves, há uma harmonia entre pastéis luminosos e beges naturais para criar uma atmosfera acolhedora.

Past Future

As matérias-primas nesta tendência são volumosas, leves e macias como angorá, poliamidas esponjosas, misturas lã/acrílico/liocel e felpos de inverno com acabamentos lavados.

Past Future

Esta tendência resulta numa paleta de tons naturais e telúricos em combinação com cores minerais e escuras, expressando uma dualidade de quente e frio.

Os têxteis são selvagens e minerais – crepes texturizados, cânhamo rústico, couros oxidados, denim com tratamento 3D, linhos devorés e jacquards enrugados.

Bold Clash

Opulenta e majestosa, a paleta desta direção inclui dourado, azul intenso e vermelho forte, combinados com verde escuro e rosa camafeu.

Jacquards grandes, veludos almofadados e falsos pelos, assim como bordados florais com contas contribuem para conseguir um efeito surpreendente.

Bold Clash