Início Destaques

ISPO Munich troca janeiro por novembro

A edição de 2022 da maior feira de desporto será não em janeiro, como estava inicialmente agendado, mas em novembro. A decisão foi tomada em conjunto pela organização e players do sector e afeta não apenas a próxima edição, mas todas as outras no futuro, que se realizarão sempre no final do ano.

ISPO Munich 2020 [©ISPO Munich]

Em comunicado enviado hoje, a Messe München anunciou que a próxima edição da ISPO Munich se realizará de 28 a 30 de novembro, numa decisão que terá repercussões no futuro, já que implica uma mudança permanente de datas para a feira de desporto.

De acordo com a organização, «a indústria e o retalho estão a enfrentar grandes mudanças na cadeia de aprovisionamento, que também alteraram os ciclos de encomendas. Agendar a ISPO Munich para janeiro ou fevereiro, como era o caso, é, por isso, demasiado tarde para muitos participantes da indústria».

Segundo Klaus Dittrich, CEO da Messe München, «quando a indústria muda, nós temos também de encontrar novos caminhos. As novas datas são a resposta ideal aos desafios atuais e futuros. Acima de tudo, oferecem oportunidades completamente novas para a indústria e o comércio».

A alteração permanente das datas dará à feira um novo significado, acredita a organização, como fonte de inspiração importante tanto para a indústria como para o consumidor final. «No futuro, a ISPO Munich será não só o ponto de encontro para os principais decisores da indústria e a plataforma ideal para as marcas mostrarem as mensagens mais importantes para o mercado, como também o evento de lançamento da época de inverno. Será aqui que os retalhistas vão ter uma visão geral dos novos produtos da estação e podem começar a fazer encomendas, onde as decisões com impacto na indústria serão tomadas e onde os consumidores ficarão entusiasmados, inspirados e ativados ao mesmo tempo», sublinha Klaus Dittrich.

Inscrições transitam para novembro

ISPO Munich 2020 [©ISPO Munich]
Além desta mudança estrutural, a alteração com efeito já na próxima edição – que estava agendada para 21 a 26 de janeiro – deve-se igualmente ao agravamento da situação pandémica e às restrições impostas pelo governo da Baviera, adianta Tânia Mutert de Barros. «Com o aumento de casos Covid, o Governo da Baviera alterou na semana passada as regras de acesso às feiras profissionais: a introdução da regra ‘2G’ significa que apenas visitantes vacinados ou curados possam entrar. O acesso será negado aos profissionais que apresentem um teste negativo e aos profissionais vacinados com uma vacina não autorizada pela UE», indica a representante da ISPO em Portugal, salientando que «esta regra não faz grande diferença para feiras de dimensão pequena, mas tem impacto numa feira mundial como a ISPO Munich, que habitualmente conta com visitantes de 120 países».

Quanto aos expositores que iriam marcar presença em janeiro, «as inscrições passam automaticamente para a nova data» e «oportunamente será enviada uma nova proposta de localização», esclarece Tânia Mutert de Barros.

OutDoor antecipada

Além da ISPO Munich, a Messe München alterou também as datas da OutDoor by ISPO, antecipando-a para 12 a 14 de junho em 2022, sendo que no futuro esta feira se realizará sempre entre o final de maio e o início de junho.

«Estamos a criar um ecossistema de negócio completamente novo, em que a ISPO Munich e a OutDoor by ISPO ganham mais relevância ao adaptarem-se aos ciclos de encomenda em mudança», afirma Tobias Gröber, diretor da unidade de negócios de bens de consumo da Messe München. «Vamos levar o conceito da ISPO Munich e da OutDoor by ISPO para uma nova dimensão», garante.

Os certames terão ainda uma duração mais reduzida, de apenas três dias, e será introduzido um limite máximo ao tamanho dos stands, que na ISPO Munich é atualmente de 200 metros quadrados.

«Em resultado da decisão que tomamos juntamente com a indústria e o retalho, a indústria vai beneficiar a longo prazo de uma nova orientação da ISPO Munich e da OutDoor by ISPO. Podemos já prometer que ambas as feiras serão mais inovadoras, pioneiras, relevantes e ativadoras que nunca a partir de 2022», conclui Tobias Gröber.

ISPO Munich 2020 [©ISPO Munich]