Início Notícias Têxtil

iTechStyle Summit aponta caminhos

Durante três dias muito preenchidos, a iTechStyleSummit 2019 reuniu a academia e a indústria e, perante uma plateia de cerca de 700 pessoas, fez não só um retrato do que está a acontecer na indústria têxtil e vestuário, mas também as perspetivas para o futuro, em Portugal e no mundo.

52 oradores de 15 países, divididos por 10 painéis, foram alguns dos números que fizeram os três dias da terceira edição da iTechStyle Summit. No Jornal Têxtil de abril fique a par de alguns dos principais momentos e projetos desvendados na cimeira. Além dos oradores internacionais, como Anna Maria Rugarli, diretora sénior de sustentabilidade e responsabilidade para a região EMEA da VF Corp, David Shah, consultor e editor da View, Simone Cipriani, fundador e administrador da Ethical Fashion Initiative, e Nina Braga, diretora do Instituto E, criado pela marca brasileira Osklen, estiveram presentes bons exemplos da inovação “made in Portugal”, como o projeto de reciclagem do Grupo Valérius, a investigação da SGL para colorir fibras acrílicas retardantes de chama, as descobertas da TMG Automotive na área da pele artificial para assentos automóveis e a inovação da Têxteis Penedo na área da saúde.

Uma conferência cada vez mais internacional, como destaca em entrevista António Braz Costa, CEO do Citeve, numa altura em que o centro tecnológico está a celebrar 30 anos de atividade.

Mas não é só durante a iTechStyle Summitu que o poder de inovação das empresas portuguesas fica demonstrado. A JF Almeida, por exemplo, que está a crescer no negócio dos fios, encontra-se a trabalhar no projeto iHeatex, para desenvolver felpos multifuncionais para têxteis-lar. O mesmo acontece com a Fiorima, que mantém uma forte aposta em I&D, com a SIT, que criou um fato com compressão e lã merino, e com a P&R Têxteis, que está já empenhada nos Jogos Olímpicos de 2020.

Nesta edição de abril do Jornal Têxtil, fique ainda a par dos esforços de internacionalização de empresas como a Texser, a Inup e a Soeiro, do lado ecológico da Tapa Costuras e dos designers portugueses e da nova marca da Carvema.

Acompanhámos também o Open Day da Tintex e o evento da Lectra em Bordéus, onde a multinacional de origem francesa revelou aos seus clientes, incluindo os portugueses, novas soluções como a Fashion On Demand e a Kubix Link.

Fique ainda a par das tendências apontadas pelo gabinete WGSN para o outono-inverno 2020/2021, com os conceitos de materiais, cores e ideias que vão moldar as coleções para homem, senhora e criança, assim como das primeiras movimentações para a Heimtextil 2020 e o balanço da mais recente edição da CPM.

A fechar, não perca os números das exportações para o primeiro mês do ano nas páginas da conjuntura, onde pode igualmente encontrar mais pormenores sobre a evolução das vendas para o mercado francês.

Para quem quer estar a par de tudo o que se passa na indústria têxtil e vestuário, o Jornal Têxtil é de leitura obrigatória. Se ainda não fez a sua subscrição, não perca mais tempo e garanta o seu exemplar todos os meses.