Início Destaques

Itema reforça expansão

Através da subsidiária Itematech, a construtora de teares concluiu a aquisição da PTMT, ex-Panter, num negócio que, acredita a Itema, vai permitir expandir o portefólio de produtos e, dessa forma, criar uma nova liderança no mercado de têxteis técnicos.

[©Itema]

Desde 2019 que as duas empresas tinham um acordo com o objetivo «desenvolver um novo benchmark tecnológico na tecelagem de têxteis técnicos, ao dar ao mercado a oferta de produto mais abrangente para produzir estes tecidos altamente especializados».

Os resultados positivos da Itematech, «que recebeu manifestações de interesse de tecelagens de todo o mundo», levaram ao aprofundamento do negócio e, na passada segunda-feira, 27 de julho, a Itema anunciou a aquisição da PTMT. «Apesar do momento difícil por que está a passar a economia mundial devido às consequências da pandemia gerada pelo vírus Covid-19, o conselho de administração da Itema decidiu não parar os investimentos, convencido que a única forma de ultrapassar este período crítico é acreditar num futuro tornado próspero pela escolhas estratégicas a longo prazo», indica a empresa italiana em comunicado.

Ugo Ghilardi [©Itema]

Segundo Ugo Ghilardi, «os tecidos técnicos representam um mercado valioso e complexo no cenário têxtil mundial, em constante evolução e crescimento. Com a Itematech estamos prontos a responder às necessidades deste sector específico, através da gama mais vasta de soluções tecnológicas oferecidas por um único parceiro». O CEO do grupo Itema acrescenta ainda que «a Itematech vai poder contar com a capacidade produtiva do Itema Group e com a sua rede comercial e de serviços, juntamente com as soluções tecnológicas que sempre foram a bandeira da marca Panter, como o tear dedicado à tecelagem de fibra de carbono, no que é uma sinergia única no mercado».

A unidade industrial da Itema em Colzate foi já equipada pela equipa de engenharia do grupo para a produção dos modelos da ex-Panter.

Crescer com aquisições

«A aquisição da PTMT enriquece a oferta tecnológica da Itema para maquinaria de tecelagem, acrescentando ainda mais valor à proposta da nossa empresa ao mercado», acredita Gianfranco Ceruti, um dos administradores da especialista italiana, que emprega mais de 900 pessoas e exporta os seus teares para 50 países.

Para a família Radici, que detém 60% das ações da Itema, «esta decisão estratégica dá mais ímpeto ao grupo. O nosso compromisso constante para com a expansão global anda de mãos dadas com a atenção às realidades locais: acreditamos fortemente na excelência das nossas empresas, na sua tradição histórica prestigiante e no seu contínuo potencial de crescimento. Estamos, por isso, confiantes que a fusão do profundo conhecimento tecnológico da PTMT e da solidez estrutural e organizacional do nosso grupo vai dar origem a novas oportunidades para o desenvolvimento e afirmação nos mercados internacionais», afirma Angelo Radici.

[©Itema]

Com esta aquisição, a Itema tem agora soluções para a tecelagem de uma vasta gama de tecidos técnicos, desde fibra de carbono a tecidos para filtros. A empresa tem vindo a crescer através de aquisições, no que batizou de Galaxy Project, cujo objetivo é «integrar, através da diversificação estratégica em toda a cadeia de aprovisionamento têxtil, conhecimentos e recursos essenciais para o desenvolvimento de componentes para maquinaria de tecelagem». Em 2017 comprou uma quota maioritária na Lamiflex, fornecedora de produtos técnicos compósitos, e uma participação na NoeCha, que desenvolve soluções de impressão em diferentes tamanhos, e em setembro de 2019 firmou um acordo para a aquisição do grupo italiano Schoch, especialista em acessórios para tecelagem, incluindo pentes e outros componentes.