Início Notícias Tecnologia

ITMA ganha sustentabilidade

Num clima de otimismo e confiança – comprovado por um aumento da procura – a ITMA 2015, feira de tecnologia e maquinaria, abre hoje as portas em Milão e, até 19 de novembro, vai revelar as novidades que vão marcar o futuro da indústria têxtil e vestuário mundial.

Esta edição da feira – que foi criada em 1951 e se realiza de quatro em quatro anos – conta com uma área de exposição superior a 100 mil metros quadrados e quase 1.700 expositores (dados de 30 de outubro) de 47 nacionalidades. Portugal é um dos países representados, com cinco expositores: FDS Portugal, GS Air Technology, Mtex, ROQ e Tajiservi.

Abrangendo toda a cadeia de valor, além de apresentar as novas tecnologias, a feira integra diferentes eventos paralelos, como a segunda edição da Cimeira Têxtil Mundial (no dia 13 de novembro), onde serão analisadas as estratégias de sustentabilidade ao longo da cadeia de valor. A sustentabilidade, de resto, está na lista de prioridades da ITMA, até porque muitas das inovações tecnológicas estão a ser impulsionadas pelas preocupações das empresas com o meio ambiente e a eficiência produtiva.

No âmbito desta temática, a feira lançou mesmo a primeira edição do ITMA Sustainable Innovation Award, dividido nos prémios Industry Excellence Award (no valor de 10 mil euros) e R&I Excellence Award (no valor de 4.000 euros), cujos vencedores serão conhecidos no primeiro dia do certame. «O que diferencia este prémio dos outros galardões da indústria é que celebramos a colaboração bem sucedida entre os fornecedores de tecnologia e os utilizadores da indústria, o que em último caso beneficia os consumidores. A necessidade aguça o engenho e as sinergias de ambas as partes a trabalharem em conjunto para um objetivo comum irão trazer mais soluções inovadoras que terão um impacto positivo no ambiente e, por consequência, no negócio», considera Charles Beauduin, presidente do Cematex, o Comité Europeu de Produtores de Maquinaria Têxtil, e um dos membros do júri.

A ITMA inclui ainda um fórum de têxteis técnicos e um fórum de não-tecidos, este último organizado em parceria pela Edana, a associação internacional de não-tecidos e indústrias relacionadas, que tem como tema “Não-tecidos: um mundo de crescimento e oportunidades”. «As apresentações sobre as mais recentes aplicações e acabamentos vão beneficiar os visitantes da ITMA que estão envolvidos ou têm intenção de entrar na produção de não-tecidos», acredita Pierre Conrath, diretor de sustentabilidade da Edana.

Na última edição da ITMA, que teve lugar em 2011 em Barcelona, Espanha, passaram pela feira mais de 100 mil visitantes de 138 países.