Início Destaques

ITV a cores

As preocupações ambientais, de sustentabilidade mas também de eficiência e economia de recursos estão a gerar novos produtos químicos capazes de acrescentar valor à indústrial têxtil e vestuário. A Focor e o Grupo ADI revelam algumas das soluções inovadoras que prometem mudar o mercado e dar cor ao negócio.

Fundada em 1962, a Focor – Produtos Químicos SA comercializa corantes, produtos auxiliares e de acabamentos para a indústria têxtil, apresentando produtos e processos que permitem economizar água e energia.

Recentemente, a empresa, sediada no Porto, lançou o amaciador INDIMINA HID ULTRA que melhora o toque, aparência e hidrofilidade dos tecidos. «É um amaciador com propriedades extra-absorventes, que confere aos têxteis, para além de um excelente toque, volume e resiliência, uma secagem mais rápida», explica a empresa no suplemento “Química das Empresas”, publicado na edição de março do Jornal Têxtil.

A Focor lançou ainda um polímero de elevada eficácia que permite o ensaboamento dos tingimentos com corantes reativos a baixa temperatura, que permite ter um baixo impacto ambiental, assim como uma nova gama de corantes reativos, «que favorecem a obtenção de tons muito intensos com uma quantidade reduzida de corante», indica a empresa.

Também o Grupo ADI está atento às novas tendências de mercado e apresenta, regularmente, produtos inovadores ao mercado, alguns dos quais desenvolvidos em parceria com a sua representada Tanatex. Soluções certificadas para os processos de produção sustentáveis, incluindo GOTS, Bluesign e Oeko-Tex, fazem parte da oferta do Grupo ADI.

A celebrar 10 anos de atividade no nosso país, o Grupo ADI «consolidou a sua posição como líder de mercado na área dos produtos químicos auxiliares em Portugal, contando desde a primeira hora com a multinacional holandesa Tanatex como partner, sendo seu representante exclusivo no mercado português», sublinha a empresa no suplemento “Química das Empresas”.

Presente em sete países, o Grupo ADI, que integra cinco divisões, entre as quais uma dedicada ao mercado têxtil, destaca ainda que durante a última década reforçou «a sua atividade em algumas áreas do têxtil com outras representadas de prestígio, bem como com as suas próprias coleções, em particular na área da estamparia a metro e à peça».

Novidades e soluções para conhecer na edição de março do Jornal Têxtil (ver Athleisure em alta) e dar mais cor ao seu negócio.