Início Notícias Têxtil

Joaps Malhas na rota para Leste

A Europa de Leste é o mais recente alvo das investidas da Joaps Malhas, que está a fazer as primeiras incursões na Rússia e na Polónia.

Suécia, Lituânia, Inglaterra, França, Espanha, Alemanha e EUA são alguns dos destinos mais relevantes das malhas tricotadas na Joaps, mas a empresa deu em 2016 passos importantes na diversificação, que continuam durante o corrente ano.

«2016 fechou com um balanço positivo. Em Portugal crescemos, crescemos na exportação e em vez de estarmos focados só em alguns clientes, já estamos a diversificar mercados e a selecionar melhor os clientes. Isso foi muito positivo em termos de negócio», revela Carla Araújo, responsável de marketing e desenvolvimento de produto, ao Jornal Têxtil (edição julho 2017).

Parte desta diversificação de mercados tem seguido para oriente, mais precisamente para a Europa de Leste. «Começámos a Rússia na estação anterior. Ainda não temos grandes resultados, mas estamos a trabalhar nesse sentido. E a Polónia também», adianta Carla Araújo.

Com a Burberry e a AllSaints no rol de clientes, o mercado britânico é igualmente importante e nem o Brexit tem abalado a posição da Joaps Malhas por Terras de Sua Majestade. «Pelo contrário, no Reino Unido estão a surgir cada vez mais marcas pequeninas, com presença online. Há uma tendência para isso e a nossa empresa é 100% exportadora, direta e indiretamente», confessa a responsável de marketing e desenvolvimento de produto.

A cada coleção, a produtora de malhas procura responder às expectativas dos clientes em todas as latitudes. Para a primavera-verão, as propostas passam por brilhos com lurex, malhas fluidas e combinações na tecnomoda, com poliamidas, termocolados e jacquards. Há ainda uma tendência que parece ser transversal: «as pessoas procuram muito orgânicos, reciclados, tudo o que seja natural», afirma Carla Araújo.

A especialista em tricotagem, fundada em 1996, contabiliza cerca de 30 pessoas e de 25 teares, subcontratando os serviços de tinturaria e acabamento para as suas malhas. A aposta na exportação começou de forma mais consistente, com a presença em certames profissionais como a Première Vision e a Ispo Munich, há cerca de três anos, mas 2018 deverá trazer novidades. «Para o ano talvez façamos mais uma feira, com duas edições por ano, na Alemanha», confidencia a responsável de marketing e desenvolvimento de produto da Joaps Malhas.