Início Notícias Moda

Jovens talentos de portas abertas

Posicionados entre as gerações Y e Z, é possível encontrar nos jovens designers portugueses alguns dos traços distintivos de cada uma das gerações. Em especial, estão sempre conectados, são empreendedores e acreditam numa economia de partilha e no retalho customizado e experiencial. O trio Eduardo Amorim, Inês Torcato e Pedro Neto integra esta seleção.

Ainda que conheçam todos os cantos do ciberespaço e explorem as mais-valias das redes sociais para a divulgação do seu trabalho, estes jovens designers nacionais têm assinado novos conceitos de retalho físico, como lojas pop-up ou espaços colaborativos.

Eduardo Amorim
Eduardo Amorim

Eduardo Amorim inaugurou em novembro de 2016 uma loja pop-up no Península Boutique Center, no Porto. O espaço esteve aberto alguns meses e apresentou a coleção primavera-verão 2017 da marca epónima, assim como algumas peças de coleções anteriores. A ideia da loja com prazo de validade era, sobretudo, perceber a apetência dos visitantes do shopping pelas suas propostas e o balanço foi positivo, como contou na edição de junho do Jornal Têxtil. «Correu muito bem, foi uma experiência muito positiva. Tive muita gente a entrar e a conhecer o trabalho, o que foi ótimo para divulgar», afirmou. Considerando o interesse, Eduardo Amorim pretende continuar a apostar no retalho tradicional. «Irei manter-me no Península Boutique Center de outras formas, as pessoas que querem comprar Eduardo Amorim vão poder ir lá em determinadas datas», revelou.

A par do conceito inovador de pop-up, também o espaço de loja foi pensado para promover uma experiência, fundindo a moda e a arte através de uma parceria com a artista plástica Joana Bernardo, que fez uma instalação para o interior do espaço.

Inês Torcato

Contando com a intervenção do arquiteto José Carlos Nunes de Almeida, também a loja de Júlio e Inês Torcato abriu portas em janeiro de 2017, emprestando uma nova camada ao conceito de espaço colaborativo. Pai e filha partilham o n.º 118 da Rua Sacadura Cabral, na Invicta, dividido em três áreas: uma apresenta a coleção de Júlio Torcato, outra é dedicada à marca Inês Torcato e a terceira dá resposta a pedidos por medida. A jovem faz uma avaliação positiva da sua participação no projeto, considerando sobretudo o envolvimento do público masculino. «Os homens estão a começar a arriscar um bocadinho mais, mesmo os que aparentemente são mais formais, e tenho esse feedback na loja», reconheceu.

Como recente adenda ao alinhamento da plataforma Bloom no Portugal Fashion, a carreira da designer está a descolar, tendo sido convidada a participar na feira Pitti Super, na plataforma “Super Talents” em parceria com a Vogue Italia.

Pedro Neto
Pedro Neto

Já Pedro Neto juntou-se ao stylist Nelson Vieira e ao fotógrafo João Peixoto e inaugurou, em novembro último, o projeto Box32. O n.º32 da Rua António Cardoso, no Porto, alberga agora uma galeria de arte, uma loja multimarca que comercializa, a par da sua, coleções de outros jovens talentos da moda nacional e um showroom que recebe performances musicais.

O jovem designer, que em fevereiro de 2016 participou na International Fashion Showcase, exposição organizada pelo British Fashion Council, no âmbito da London Fashion Week, reconheceu que entre 70% a 80% dos seus clientes «preferem ir à loja, para tocarem e sentirem os pequenos detalhes das peças», valorizando por isso este canal na evolução do seu negócio.