Início Notícias Marcas

Kalaia Swimwear à beira da irreverência

Apresentado a 6 de maio – numa marcha que tomou conta das ruas de Lisboa, começando pelo Terreiro do Paço –, o exército de biquínis e fatos de banho “made in Portugal” da Kalaia Swimwear quer conquistar as praias nacionais e internacionais este verão, munido de uma dose extra de irreverência.

A ideia da marca nasceu há um ano, dentro de um grupo de jovens empreendedoras cujo objetivo era «quebrar as normas e criar alguma disrupção e irreverência­», conta Isaline Wethli, a fundadora da Kalaia Swimwear, ao Portugal Têxtil.

Segundo a fundadora, “kalaio” é uma palavra havaiana que quer dizer “a tua marca no mundo”. «Daí a criação de “Kalaia” como a “tua marca feminina no mundo”», esclarece.
De momento, no portal de comércio eletrónico da marca – o canal de vendas que será explorado e privilegiado no arranque –, a gama disponível para pré-venda até dia 19 de maio inclui biquínis e fatos de banho, na sua maioria reversíveis e com um leque de preços entre os 75 e os 88 euros. 
A estética da coleção é arrojada e vai ao encontro de clientes «independentes, ousadas, aventureiras, versáteis e únicas», reforça Isaline Wethli, de 25 anos.

Já os padrões das peças são abstratos e pouco convencionais. «É importante salientar que a maioria dos produtos tem dois padrões, tendo em conta que são reversíveis», ressalva a fundadora da Kalaia Swimwear. «Isto possibilita uma utilização diversificada dos produtos, devido aos padrões e às características dos modelos em si», acrescenta.

As peças são produzidas nos arredores de Lisboa e já existem lojas interessadas em fazer a revenda das mesmas, pelo que a equipa da Kalaia Swimwear – que conta com mais cinco pessoas –, já está a desenvolver parcerias nesse âmbito.
«A recetividade do público tem superado as expetativas. Têm gostado imenso do conceito e da comunicação que a Kalaia tem feito. Sem esquecer a grande adesão aos produtos da coleção “The never ending story”», revela a fundadora da marca sobre a coleção estreia.

Ainda a dar os primeiros passos, para o futuro, os objetivos passam por «expandir para outras categorias de produtos dentro da moda, sempre com foco na inovação», ambiciona Isaline Wethli, acreditando que para isso contribuirá a estratégia de marketing da Kalaia Swimwear, que será «sobretudo digital e com foco nas redes sociais».