Início Notícias Tecnologia

Lectra à medida na Ásia

Com o mercado a procurar, cada vez mais, artigos diferenciados e os produtores a investirem na indústria 4.0, a multinacional de origem francesa está a apostar na disseminação das suas soluções On Demand na Ásia. A mais recente apresentação decorreu na feira de maquinaria para costura CISMA.

A Fashion On Demand e a Furniture On Demand estiveram em destaque, juntamente com a nova VectorAutomotive iP9 para corte de estofos e interiores de automóveis. Sob o lema “Lectra 4.0: Digitalizar e ligar a sua cadeia de valor”, a multinacional mostrou estas soluções pensadas para as indústrias da moda, do mobiliário e automóvel.

Tanto as soluções Fashion On Demand by Lectra como a Furniture On Demand by Lectra permitem a automatização do processo completo, da colocação da encomenda ao corte do material. As duas soluções incluem a Digital Cutting Platform e a solução de corte Virga e permitem que os utilizadores façam a gestão do fluxo de trabalho de forma simples, tanto para pequenas séries como para a produção de encomendas customizadas. «Isto permite que os produtores mudem rapidamente da produção em massa para a produção de pequenas quantidades e também otimizem o processo de personalização do produto na sala de corte», explica a Lectra em comunicado.

De acordo com a multinacional de origem francesa, que tem 32 subsidiárias espalhadas pelo mundo e clientes em mais de 100 países, o material, tecido ou malha, pode representar 60% a 70% do custo de uma peça de vestuário, pelo que, para ajudar os produtores de moda na Ásia a tomarem decisões mais bem informadas, a Lectra lançou versões adicionais das suas aplicações na cloud. A Quick Estimate faz simulações de consumo de tecido em segundos, que permitem projeções de lucro mais precisas ao longo do desenvolvimento do produto, enquanto o software de marcada Quick Nest torna possível dar uma resposta mais rápida a novas solicitações.

Na CISMA, que decorreu de 25 a 28 de setembro, a Lectra também revelou a sua nova solução de corte VectorAutomotive iP9, que afirma ser «a primeira solução no mercado a permitir zero espaço entre cortes numa grande variedade de materiais. Para os fornecedores da indústria automóvel, isto representa anualmente centenas de milhares de dólares em poupança de material em comparação com outras soluções».

Um mercado incontornável

Segundo a Lectra, em 2017 a China representou 46% da produção mundial de mobiliário e é atualmente a maior exportadora de vestuário. «Com cerca de 60% dos millennials de todo o mundo a viverem na Ásia, a procura sustentada por produtos personalizados e entregues rapidamente continua a impulsionar a tendência da customização em massa», sublinha a multinacional, acrescentando que a personalização do produto está rapidamente a tornar-se uma das principais preocupações dos decisores da indústria da moda e do mobiliário, juntamente com a otimização de pequenas séries.

Javier Garcia (presidente Ásia-Pacífico), Daniel Harari (CEO), Céline Choussy (diretora de marketing e comunicação)

«Apesar dos desafios que enfrenta atualmente, a China continua a ser, entre as grandes economias, aquela que tem um crescimento mais rápido», sublinha Javier Garcia, presidente para a Ásia-Pacífico da Lectra. «A Lectra há muito tempo que tem tomado o pulso aos mercados asiáticos. Estamos prontos para apoiar os produtores que operam aqui à medida que eles respondem aos objetivos da Indústria 4.0 o mais rapidamente que a tecnologia permite», conclui.