Início Notícias Tecnologia

Lectra compra Retviews

A multinacional de origem francesa anunciou a aquisição da startup Retviews, especialista em análise de dados para marcas de moda. O negócio, que só ficará definitivamente concluído em 2022, tem como objetivo continuar a ajudar as empresas da ITV a explorar as oportunidades da Indústria 4.0.

A Lectra anunciou a assinatura de um acordo com os acionistas da empresa belga Retviews para comprar 100% do capital e direitos de voto. Fundada em 2017, a startup desenvolveu uma oferta tecnológica inovadora que permite às marcas de moda analisar dados de mercado em tempo real e usar essa informação para aumentar as suas vendas e margens. Atualmente, mais de 30 marcas usam a Retviews em França e na Bélgica, incluindo a Sandro, a Maje, a Pimkie, a Etam e a Naf Naf, assim como empresas como a Li & Fung e o gabinete de tendências e consultoria NellyRodi.

Daniel Harari

«Ao unirmo-nos com a Retviews, confirmamos, mais uma vez, a ambição de ajudar os nossos clientes a entrarem rapidamente na era da Indústria 4.0. Graças a algoritmos de inteligência artificial, a oferta da Retviews permite às marcas tomar as melhores decisões, a cada momento, ao longo do ciclo de vida do produto, para otimizar as suas coleções», justifica Daniel Harari, presidente do conselho de administração e CEO da Lectra. «Estamos muito satisfeitos por acolher as equipas talentosas da Retviews. Em conjunto, vamos criar sinergias com a atual oferta da Lectra, desenvolver a sua tecnologia e comercializar a sua solução aos nossos clientes de moda em todo o mundo, graças, nomeadamente, às nossas 32 subsidiárias de vendas e serviços que abrangem mais de 100 países», afirma.

Segundo Loïc Winckelmans, cofundador e CEO da startup, «há alguns meses, a Retviews tornou-se líder de benchmarking automatizado em moda em França e na Bélgica». Winckelmans acredita que, com esta união com a Lectra, «vamos beneficiar do seu conhecimento para trazer inovações para as marcas de moda que vão permitir-lhes colocar produtos no mercado que respondam constantemente às expectativas dos consumidores».

Um negócio a três anos

A Retviews usa inteligência artificial para reconhecer automaticamente uma grande quantidade de produtos nas plataformas de vendas online. Isso permite analisar os concorrentes em relação a preços, promoções, cores, materiais e tamanhos disponíveis. De acordo com os números da startup, as marcas do sector da moda devem rastrear cerca de 30 mil produtos de dezenas de concorrentes em cada país onde operam. Atualmente, esse trabalho é feito sobretudo manualmente em loja e leva muito tempo. Graças aos websites de comércio eletrónico, as marcas têm acesso a toda a informação necessária, mas não conseguem tratá-la de forma eficaz devido ao elevado volume de dados.

Lorenzo Pellizzari e Loic Winckelmans

«As empresas de moda têm volumes massivos de dados com enorme valor. Eles só vão ser capazes de os explorar com a utilização de inteligência artificial e megadados», considera Lorenzo Pellizzari, cofundador e diretor de I&D da Retviews. «Com a Lectra, vamos permitir às marcas fazer a diferença. Estamos ansiosos por trabalhar no desenvolvimento de novas ofertas integradas com as da Lectra», revela.

A transação envolve a aquisição de 70% da Retviews por 8 milhões de euros. A compra do restante capital e direitos de voto vão ter lugar em três momentos distintos: julho de 2020, julho de 2021 e julho de 2022. Os valores serão de 0,9 vezes o volume de negócios de 2020, 0,7 vezes o volume de negócios de 2021 e 0,5 vezes o volume de negócios de 2022, respetivamente. Estes valores irão ser provenientes de fundos próprios da Lectra, sem recurso a financiamento bancário.