Início Notícias Vestuário

Li & Fung lidera investida

O gigante Li & Fung criou uma joint-venture em parceira com as retalhistas chinesas Bailian Group e Wangfujing, apostando no desenvolvimento das marcas de vestuário próprias e potencialização da cadeia de aprovisionamento global.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Sob os termos da parceria da zona de comércio livre de Xangai, a subsidiária do grupo Li & Fung, Li & Fung Trading (China) Holdings, irá providenciar aconselhamento especializado relativo ao design, fornecimento e produção de marcas privadas e licenciamento, adequados aos requisitos das duas retalhistas.

Simultaneamente, inicia uma trajetória de expansão para a empresa de Hong Kong, cujos clientes inclui a Target, Marks & Spencer e Under Armour, potenciando a ampliação da sua cadeia de aprovisionamento global para uma rede de retalho, direcionada para a crescente classe média chinesa. O acordo surge num momento em que as retalhistas multimarca chinesas, diante de um cenário do retalho de rápida evolução e crescente importância do comércio eletrónico, procuram cada vez mais novas formas de se diferenciarem da concorrência. Uma forma de o fazer inclui o desenvolvimento de marcas próprias e exclusivas, que aumentam as margens e potenciam a fidelidade dos clientes.

Num primeiro plano a três anos, a joint-venture irá desenvolver vestuário masculino, feminino e infantil. Irá estabelecer entre uma a três marcas próprias e até seis marcas licenciadas e poderá incluir a inauguração de 300 lojas ou espaços comercias independentes localizados em lojas já existentes, devendo gerar até 102,1 milhões de dólares em vendas. No longo prazo, a Li & Fung diz que a iniciativa pretende posicionar-se na vanguarda de uma «nova geração» de desenvolvimento de marcas e gestão de empresas, providenciando meios aos retalhistas tradicionais para contribuir para a transformação e desenvolvimento sustentável da indústria de retalho chinesa.

«Através desta parceria estratégica, a Li & Fung é capaz de transformar a cadeia de aprovisionamento numa rede de retalho substancial, que serve uma classe média em vasto crescimento na China», explicou William Fung, presidente do Li & Fung Group. «Através da introdução de marcas próprias e marcas exclusivas, a joint-venture irá permitir que os parceiros de retalho aumentem efetivamente a sua competitividade, disponibilizando uma oferta de produto diferente e rentável.

A joint-venture também pretende introduzir produtos de proveniência global, oferecendo aos consumidores chineses uma variedade mais ampla de artigos estrangeiros», acrescentou. O Bailian Group e os grandes armazéns Wangfujing detêm, independentemente, uma participação de 40% na joint-venture, sendo o grupo Li & Fung proprietário dos restantes 20%. Esta iniciativa potencia a criação de um novo veículo de crescimento para o colosso dos bens de consumo, que em março relatou uma queda de quase 12% no lucro anual, somando 539 milhões de dólares.

O volume de negócios aumentou 1,4%, para 19,288 mil milhões de dólares, mas as margens caíram 2,2% em comparação anual, devido às promoções intensivas conduzidas por marcas e retalhistas. A divisão geral de merchandising do grupo Bailian opera 47 grandes armazéns na China, incluindo o grande armazém Shanghai First, Wing On, Number 1 Yaohan e Oriental, assim como o Centro Comercial Bailian e a unidade Bailian Outlets. Em 2014, a divisão obteve vendas no valor de 6,1 mil milhões de dólares, auferindo um lucro total de 9,4 mil milhões de dólares. Já a rede Wangfujing abrange as cinco grandes zonas económicas do sul, sudoeste, centro, noroeste e norte da China. Opera 45 lojas em vários formatos de retalho em 30 cidades, incluindo grandes armazéns, centros comerciais, outlets e plataformas online.